Auditor-Fiscal da Receita Federal: redação deverá voltar ao concurso

Por • Publicado em
https://www.centraldeconcursos.com.br/noticias/2016/3/auditor-fiscal-da-receita-federal-redacao-devera-voltar-ao-concurso_2515.html
Pedido de novo concurso será reencaminhado ao Planejamento; 3 mil vagas de analista e 2 mil de auditor
Quem já estuda para ser auditor-fiscal da Receita Federal do Brasil precisará alterar o planejamento. É que, segundo a cláusula 7 da proposta remuneratória enviada pelo órgão ao Ministério do Planejamento, recém-aprovada pelo governo, haverá a volta da redação na prova discursiva das próximas seleções para o cargo. O pedido das vagas para o concurso deverá ser reencaminhado ao Planejamento até 31 de maio, pelo Ministério da Fazenda, incluindo o cargo de analista-tributário. O desejo do órgão com o retorno do exame é valorizar a carreira, em relação às demais do funcionalismo.
 
Para que a redação e os aumentos salariais, também presentes na proposta, sejam garantidos, resta apenas o aval da Assembleia Nacional Extraordinária do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindfisco), convocada para segunda-feira, dia 7. A inclusão da cláusula 7 mostra que a Receita já prepara, internamente, o próximo concurso, cujo pedido será reencaminhado ao Planejamento. Essa avaliação discursiva com uma redação foi cobrada para auditor na penúltima seleção da Receita, em 2012. À época, os candidatos foram submetidos a uma redação, de 40 a 60 linhas e com 60 pontos, além de três questões discursivas, de 15 a 30 linhas, cada uma valendo 20 pontos. No total, a fase discursiva contou com 120 pontos.
 
Os temas abordados foram Administratação Geral e Pública, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Tributário, Auditoria, Legislação Tributária, e/ou Comércio Internacional e Legislação Aduaneira. Foram aprovados aqueles que conseguiram 60% dos pontos. Para analista, o modelo de prova deverá ser o mesmo do último concurso, em 2012, já que essa cláusula não foi inserida na proposta remuneratória para a função. O aumento salarial também contemplou o cargo de analista. Nesse caso, contudo, a proposta remuneratória será apresentada à Assembleia Geral Nacional Unificada (AGNU) do SindReceita, ainda sem data marcada.
 
O auditor, que hoje tem ganhos iniciais de R$16.201,64, passará a receber, a partir de agosto, R$18.754,20 já com o auxílio-alimentação de R$458. O analista-tributário, por sua vez, hoje tem remuneração de R$$9.714,42, que, em agosto, passará para R$10.623,92. A Receita Federal ainda não informou quantas vagas serão pedidas ao Planejamento. O órgão já havia feito uma solicitação, que, após a suspensão dos concursos federais, em setembro de 2015, precisa ser refeita e reencaminhada até 31 de maio. Foram pedidas 5 mil vagas, das quais 3 mil eram de analista-tributário e 2 mil de auditor-fiscal. Acredita-se que essa seja a base para a nova solicitação. Ambos os cargos são destinados a quem possui formação superior em qualquer área. O regime de contratação é o estatutário, que garante a estabilidade.

Tags: receita federal , auditor fiscal , analista tributario , redaçao , prova discursiva

envie informações sobre: Auditor-Fiscal da Receita Federal: redação deverá voltar ao concurso imprima informações sobre: Auditor-Fiscal da Receita Federal: redação deverá voltar ao concurso

Cadastre-se

  • Receba informações sobre cursos, apostilas, palestras e promoções para o concurso RF - Receita Federal
icone concurso

Concursos relacionados

icone curso

Cursos regulares relacionados

icone curso

Cursos On-line relacionados

icone palestra

Palestras relacionadas

  • Saiba tudo sobre os concursos para Analista e Auditor da Receita Federal

icone noticia

Notícias relacionadas