Sindicato cobra novo concurso para Banco Central

Por • Publicado em • Atualizado em
https://www.centraldeconcursos.com.br/noticias/2016/2/sindicato-cobra-novo-concurso-para-banco-central_2496.html
Concurso Bacen poderá ter vagas para até 10 capitais, com oportunidades para os cargos de técnico, analista e procurador
Concurso Banco Central
 
O Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), por meio de ofício protocolado no último dia 30 de março, solicitou audiência com o presidente do Banco Central do Brasil (Bacen, BC ou BCB), Ilan Goldfajn, para entrega da “Carta Aberta aos Servidores do Banco Central”, que questiona, entre outros fatores, a falta de concurso público para a autarquia.

Segundo informações do chefe de Departamento de Gestão de Pessoas (Depes) da instituição, Marcelo Cota, o Bacen deverá encaminhar novamente o pedido de concurso para o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG).

A expectativa é que o banco consiga a autorização mesmo com o momento de contenção de gastos, devido à necessidade de pessoal e das aposentadorias previstas. “Estamos atentos e manteremos estreito contato com o Ministério do Planejamento”, afirmou Cota. Ainda de acordo com o chefe do Depes, a diretoria colegiada do BC aprovou um projeto de gestão de força de trabalho, que entre os objetivos, tem o de definir a necessidade de pessoal, além de trazer uma proposta detalhada para o concurso.

Os pedidos de concurso Banco Central costumam abranger os cargos de técnico, analista e procurador. A solicitação deve ser feita até o dia 31 de maio, prazo limite estabelecido pelo MPOG. Se a autorização for concedida, as vagas a serem oferecidas poderão ser distribuídas por até dez capitais, localidades onde a autarquia possui representação. Além da sede, em Brasília, o BC possui unidades nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Belém, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Fortaleza e Recife. As oportunidades serão destinadas conforme o interesse da administração.
 

Cargos e remunerações

 
O cargo de técnico exige apenas nível médio de escolaridade. A remuneração inicial para a função é de R$6.882,57. No caso de analista, o requisito é o ensino superior completo em qualquer área e os ganhos iniciais são de R$17.391,64. Para concorrer ao cargo de procurador, por sua vez, é necessário possuir, no mínimo, dois anos de prática forense, bacharelado em Direito e inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Os ganhos iniciais são de R$19.655,67.
 

Déficit de funcionários


Com a recusa do MPOG à solicitação de abertura de 990 vagas feita pelo Banco Central ano passado, a carência de servidores só aumentou. Além do deficit ter piorado, agora são cerca de 700 aqueles que já podem se aposentar, segundo o Sinal.

Também de acordo com o Sindicato, o número de aposentadorias poderá chegar a mil até o fim deste ano. Com a reforma da Previdência, isso pode ser acelerado. Em reunião com o secretário de Gestão de Pessoas do MPOG, Augusto Akira Chiba, o presidente do Sinal, Daro Piffer, alertou para a desestruturação dos órgãos de regulação do país, caso do Bacen. “Esses órgãos sofrem há anos com a alta defasagem em seus quadros. O governo nos tem deixado de lado e beneficiado apenas setores de arrecadação”, criticou.

Os dados mais recentes divulgados pelo BC mostram que a autarquia possui um quadro de 6.470 servidores, mas destes 2.460 continuam vagos. As chances que não estão preenchidas são para analista (2.021 postos), técnico (312) e procurador (127). Apenas 4.010 funcionários estão ativos, o que representa o menor efetivo desde 1975.
 

Último concurso para técnico e analista do Bacen

 
Com a perspectiva do envio de um novo pedido de concurso Bacen, a orientação dos especialistas é para que os interessados iniciem o quanto antes a sua preparação, tomando como base a seleção mais recente para o cargo pretendido. Para técnico e analista, a última seleção aconteceu em 2013, com os candidatos sendo submetidos a provas objetiva e discursiva, avaliação de títulos (apenas para analista) e programa de capacitação. No caso de técnico, foram cobrados conhecimentos de Língua Portuguesa, Noções de Direito Constitucional e de Direito Administrativo, Gestão Pública, Informática e Raciocínio Lógico-Quantitativo, além de Conhecimentos Específicos.
 
Entre em contato:
Unidade República

República

(11) 3017-8800

Unidade Artur Alvim

Artur Alvim

(11) 2045-8800

Unidade Campinas

Campinas

(19) 3737-8800

Unidade Guarulhos

Guarulhos

(11) 2447-8800

Unidade Osasco

Osasco

(11) 2284-8800

Unidade Santo Amaro

Santo Amaro

(11) 5189-8800

Unidade Santo André

Santo André

(11) 4437-8800

Tags: banco central , bacen , analista , tecnico , procurador

envie informações sobre: Sindicato cobra novo concurso para Banco Central imprima informações sobre: Sindicato cobra novo concurso para Banco Central

Cadastre-se

  • Receba informações sobre cursos, apostilas, palestras e promoções para o concurso BACEN - Banco Central do Brasil