Central de Concursos
  • Por: JC - Publicado em 02/09/2014 00h00
Interessados em participar do concurso que será realizado pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP)  para o cargo de escrevente técnico judiciário devem intensificar os estudos. O órgão pretende publicar os editais  já nos próximos dias, segundo a juíza assessora da presidência do órgão, Maria Fernanda Rodovalho. “Estamos finalizando os últimos acertos nos editais, principalmente com relação à distribuição de vagas, que acredito que deve ser definida já no decorrer desta semana”, diz. “Nossa intenção é de que sejam publicados até 15 de setembro”, diz.  
 
Embora o cronograma ainda não esteja definido, a expectativa é de que as inscrições sejam iniciadas logo após a publicação, como ocorreu no último concurso para todas as regiões, realizado em 2012. Na ocasião, o atendimento  teve início cinco dias após a publicação dos editais, com prazo de atendimento compreendendo 38 dias.
 
A oferta será de aproximadamente 1.000 vagas, distribuídas por 10 regionais administrativas. A maior parte será para a 1ª região, que engloba a capital e grande São Paulo, com expectativa de aproximadamente 400 vagas.
 
Para concorrer ao cargo é necessário possuir apenas ensino médio. A remuneração inicial da categoria é de R$ 4.848, incluindo salário de R$ 3.878, auxílio-saúde de R$ 200, auxílio-alimentação de R$ 29 por dia e auxílio-transporte de R$ 6 por dia, considerando 22 dias.
 
Já está confirmado que a organizadora será a Fundação Vunesp e a aplicação das provas está prevista para ocorrer entre outubro e novembro. Os conteúdos deverão seguir  os concursos anteriores, de 2012 e 2013, ambos também organizados pela Vunesp.
 
Nos dois, a seleção contou com duas fases, com provas objetivas na primeira e prova prática de digitação na segunda. A parte objetiva contou  com 80 questões, sobre língua portuguesa (30), conhecimentos em direito (38) e conhecimentos gerais, incluindo atualidades (4), matemática (4) e informática (4). A parte de direito contou com temas sobre direitos penal, processual penal,  processual civil, constitucional, administrativo e normas da corregedoria geral da justiça.
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias