Central de Concursos
  • Publicado em 10/07/2014 00h00

data-cke-saved-src="/imagens/noticia/interna261.jpg"A publicação dos editais do tão desejado concurso para Escrevente Técnico Judiciário do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) está confirmada para ocorrer ainda em julho. A informação é da juíza assessora da presidência do órgão, Maria Fernanda Rodovalho. Ela adianta que, com o término do concurso de remoção nos próximos dias, a definição da oferta de vagas  pode ocorrer já na próxima semana, bem como a distribuição das oportunidades pelas 10 unidades regionais. “Com isto, poderemos nos reunir com a Vunesp para definir o cronograma do concurso, incluindo data de publicação do edital, prazo de inscrições e data de prova“, diz.

Porém, com relação ao total de vagas, a juíza adianta que o quantitativo deverá ser um pouco menor que o concurso de 2012, quando foram oferecidas 1.035 oportunidades. “ A intenção inicial é oferecer 1.000 vagas, mas pode ser que o número definitivo seja um pouco menor que isto”, adverte.

Para concorrer é necessário apenas ensino médio. A remuneração inicial é de R$ 4.628,31, incluindo salário de R$ 3.658,31, auxílio-saúde de R$ 200, auxílio-alimentação de R$ 29 por dia e auxílio-transporte de R$ 6 por dia, considerando 22 dias.

A expectativa é de que a maior oferta seja para a primeira região, que engloba a capital e grande São Paulo, com aproximadamente 400 vagas, acompanhando a oferta do concurso de 2012, que foi de 420.

A aplicação das provas objetivas está prevista para ocorrer até outubro.

Como nos últimos concursos, em 2012 e 2103, a seleção contará com duas fases, com provas objetivas na primeira e teste prático de digitação na segunda. A parte objetiva contou com 80 questões, sobre língua portuguesa (30), conhecimentos em direito (38) e conhecimentos gerais, incluindo atualidades (4), matemática (4) e informática (4). A parte de direito contou com temas sobre direitos penal, processual penal, processual civil, constitucional, administrativo e normas da  corregedoria geral da justiça.

Além da primeira, as demais regionais contam com sede nos seguintes municípios : 2 região – Araçatuba; 3 região – Bauru; 4 região – Campinas; 5 região – Presidente Prudente; 6 região – Ribeirão Preto; 7 região – Santos; 8 região – São José do Rio Preto; 9 região – São José dos Campos e 10 região – Sorocaba.

 

blog

Outras Notícias