Central de Concursos
  • Publicado em 17/12/2013 09h14
O concurso da Polícia Rodoviária Federal, oferecendo 1000 vagas de policial foi suspenso, após a Justiça Federal do Rio de Janeiro conceder liminar no âmbito de uma ação civil pública impetrada pelo Ministério Público Federal.

A Advocacia Geral da União que é ré juntamente com o Cespe, a organizadora, foi intimada na última sexta-feira , 13.

Entretanto o juiz Bruno Otero Nery, que proferiu a decisão na última quinta-feira 12, da 5a. Vara Federal do Rio de Janeiro, informou que somente os candidatos que apresentaram as demais documentações e pelo menos 80% dos exames exigidos serão beneficiados. Se a liminar for mantida os exames e laudos médicos ausentes deverão ser apresentados num prazo de 45 dias a contar da publicação da decisão.

Entenda o caso
Após serem eliminados por falta da apresentação, em boa parte dos casos, de avaliação clínica otorrinolaringológica, os candidatos se mobilizaram em fóruns e em redes sociais em protestos ao resultado (provisório) da eliminação Entre os argumentos apresentados, estava o de que a relação dos exames não foi conferida no momento da entrega e os candidatos tiveram 125 dias para apresentaram os exames faltantes, segundo informou a Assessoria de Imprensa da organizadora.

Se o embate se estender, a meta da PRF em nomear novos policiais antes da Copa do Mundo de futebol, que será realizada em junho e julho, poderá ser comprometida.
blog

Outras Notícias