Central de Concursos
  • Publicado em 24/09/2015 10h26
Os interessados em ingressar no quadro de professor da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo podem contar com mais um concurso em breve. O órgão já encaminhou à Secretaria de Gestão pedido de abertura de concurso público para a contratação de 1.844 professores de ensino fundamental II e médio e aguarda apenas pela autorização do prefeito Fernando Haddad. A expectativa é que a seleção seja autorizada nos próximos meses para que o edital seja publicado até o fim de 2015.
 
A intenção é contar com aprovados para o ano letivo de 2016. O cargo exige licenciatura plena na área de atuação. A remuneração inicial é de R$ 2.250 para a jornada de 30 horas semanais, incluindo salário de R$ 2.079,43 e o abono complementar de R$ 170,57. Para a jornada integral de 40 horas, a remuneração inicial é R$ 3 mil, incluindo salário de R$ 2.772,60 e R$ 227,40 de abono complementar. Os servidores ainda contam com auxílio refeição de R$ 13,46 por dia, auxílio transporte e vale alimentação de R$ 257,12.
 
Os novos contratados atuarão em 547 Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEFs) e oito Escolas Municipais de Ensino Fundamental e Médio (EMEFMs). A assessoria de imprensa do órgão informou que o edital do concurso está previsto para este semestre. Neste caso a abertura do concurso deve ser mais rápida, devido a publicação do Decreto 56.124, que garante autonomia à Secretaria de Educação para realizar os seus concursos públicos.
 
A última seleção foi em 2002 e ofereceu 3.185 vagas, reunindo 56.756 inscritos. A organizadora foi a Fundação Carlos Chagas. A validade do concurso terminou em dezembro de 2014. A seleção contou com oportunidades para professores das disciplinas de Artes, Biologia, Ciências, Educação Física, Espanhol, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Português, Química, Filosofia e Sociologia. Ao todo mais de 4 mil candidatos foram aprovados na seleção.
 
Leia mais:
 
 
blog

Outras Notícias