Central de Concursos
  • Publicado em 04/07/2014 00h00

Inicialmente previsto para ser divulgado em junho, o edital do concurso que será realizado pela Secretaria Estadual de Educação de São Paulo para o cargo de supervisor de ensino ainda deve passar por alguns ajustes, antes que o cronograma da seleção seja fechado com a organizadora, a Fundação Vunesp. De acordo com a assessoria de imprensa da pasta, a publicação ocorrerá ainda no segundo semestre, mas a data precisa ainda será confirmada.

A oferta será de 146 vagas, conforme autorização do governador Geraldo Alckmin, em 4 de fevereiro. Para concorrer é necessário possuir, no mínimo, oito anos de exercício efetivo prestado no magistério, com pelo menos dois anos em cargo ou função de suporte pedagógico educacional ou de direção de órgãos técnicos ou, ainda, possuir, no mínimo, dez anos de magistério.

Além disso, os servidores devem contar com licenciatura plena em pedagogia, também sendo considerados mestrado ou doutorado em educação, bem como curso de especialização na área.

A remuneração inicial da categoria é de R$ 3.530,92, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. Os servidores  também contam com plano de carreiras, composto de oito níveis. Desta forma, após ingresso no nível 1, recebendo R$ 3.530,92, durante o exercício da função, a remuneração passa, gradativamente, a R$ 3.849,16, R$ 4.200,83, R$ 4.589,41, R$ 5.018,80, R$ 5.493,27, R$ 6.017,57 e R$ 6.596,91.

Concurso anterior – O último concurso para o cargo ocorreu em 2008 e foi organizado pelo Instituto Cetro. A seleção contou com prova de conhecimentos sobre a formação básica e específica do supervisor, com duas partes: a primeira teve uma avaliação objetiva com 80 questões e a segunda, uma prova dissertativa com quatro questões. Para a classificação final também foram considerados títulos, com limite de dez pontos.

blog

Outras Notícias