Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 09/10/2020 11h02 - Atualizado em 09/10/2020 11h52
Foto: Divulgação

O governo publicou nesta sexta-feira (9) o edital do concurso Ministério da Economia para preenchimento de 39 vagas temporárias – trata-se da segunda seleção iniciada pela pasta no segundo semestre.

Há oportunidades para profissionais graduados em direito (37) e arquivologia (2), com salário inicial de R$ 6.130. Os contratados atuarão em Brasília, na Comissão Especial dos ex-Territórios Federais de Rondônia, do Amapá e de Roraima (CEEXT).

LEIA TAMBÉM:


Como se inscrever

Com taxa de R$ 100, as inscrições para o concurso Ministério da Economia começam às 10h da próxima quarta-feira (14), devendo ser efetuadas pelo site https://www.cebraspe.org.br/. O prazo ficará aberto até as 18h de 19 de outubro.

O processo seletivo é organizado pelo Cebraspe (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos). Em caso de dúvidas, os candidatos podem obter mais informações com a banca por meio do telefone (61) 3448-0100.

Concurso Ministério da Economia: o que vai cair na prova

Marcada para 8 de novembro, com aplicação na capital federal, a avaliação objetiva cobrará a resolução de 120 questões do tipo "certo" ou "errado" sobre conhecimentos gerais e específicos.

Na segunda etapa, os participantes convocados deverão apresentar documentos comprobatórios relativos à análise de títulos. Serão considerados certificados e diplomas de especialização (a partir de 360 horas), mestrado e doutorado.

Resumo do Concurso Ministério da Economia - temporários

Ministério da Economia
Vagas: 39
Taxa de inscrição: R$ 100,00
Cargos: Advogado, Arquivista
Áreas de Atuação: Judiciária / Jurídica, Administrativa
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: R$ 6130,00
Estados com Vagas: DF

*Com informações do JC Concursos
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias