Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 20/01/2017 10h52 - Atualizado em 20/01/2017 11h00

height="139"Tramita na Câmara dos Deputados o projeto de lei n° 6006/2016, que tem o objetivo de criar 842 vagas efetivas no Ministério Público Federal (MPF), para serem preenchidas através de concurso público.

A proposta está em análise na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP), e após ser aprovada em todas as comissões, deverá seguir para a avaliação do Plenário e depois do Senado Federal. Assim que estas etapas forem concluídas, o projeto será encaminhado para a sanção do presidente Michel Temer.

 

Cargos e remunerações

 

A proposta em tramite visa a criar oportunidades para as carreiras de técnico, analista e procurador da República. Profissionais com nível médio poderão concorrer ao cargo de técnico (501 vagas), que oferece vencimentos iniciais de R$ 6.167,99. Aqueles com nível superior em qualquer área estarão aptos ao posto de analista (207), que tem ganhos iniciais de R$ 10.119,93.
 

Os cargos de técnico e analista são preenchidos por meio do concurso do Ministério público da União (MPU), que é responsável por lotar as vagas no quadro de funcionários do Ministério Público Federal. Além dos vencimentos iniciais, os servidores das duas carreiras também contam com benefícios de R$ 884 de vale-alimentação, R$ 699 de assistência pré-escolar, R$ 181,77 de auxílio-transporte e com as assistências médica e odontológica.

Os interessados em concorrer a uma das vagas de procurador da República (134) precisam possuir nível superior em direito, além de ter três anos de atividade jurídica, exercida após a obtenção da graduação. Os vencimentos iniciais são de R$ 28.947,55.
 

Último concurso MPU


Em 2013, o MPU realizou um concurso com 263 oportunidades, além de cadastro reserva, para técnico e analista. O processo seletivo foi feito por meio de provas objetivas com 50 questões de conhecimentos básicos e outra com 70 questões de conhecimentos específicos. O organizador do processo seletivo foi o Cespe/UnB.

As ofertas estavam distribuídas entre o Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo e Tocantins.

 

Último concurso MPF


O MPF lançou o edital de concurso público com 82 vagas para procurador no final de 2016. A seleção será feita através de prova objetiva sobre direito constitucional, eleitoral, metodologia jurídica, proteção internacional de direitos humanos, direito ambiental, administrativo, tributário, internacional público e privado, financeiro, econômico, do consumidor, civil, processual civil e processual, que será aplicada no dia 12 de março. Também haverá provas subjetivas, inscrição definitiva, análise de títulos e testes orais.
 

blog

Outras Notícias