Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 02/03/2017 12h15 - Atualizado em 02/03/2017 15h38

Além de ter um concurso público com 1.758 vagas previsto para este ano, na área policial, a Polícia Federal (PF) também possui uma grande carência de servidores na área administrativa, que há 4 anos está sem a reposição de funcionários.

 

Saiba mais:

- Confirmado concurso com 1.758 vagas para a Polícia Federal


Segundo o presidente do Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal (SinpecPF), Éder Fernando da Silva, o deficit de servidores dessa área é de 5 mil, sendo 3.500 somente no cargo de agente administrativo, de nível médio, e os outros 1.500 cargos vagos em funções que exigem o nível superior. Cerca de 630 funcionários estão em abono permanência, com condições de se aposentarem a qualquer momento, podendo chegar a mil profissionais em 2019.

Outra reivindicação do sindicalista é quanto ao salário dos servidores administrativos da corporação. De acordo com Éder, um agente administrativo ingressa ganhando R$4.255,17 e se aposenta com R$4.750,75. “Precisamos de uma reestruturação da nossa categoria e um plano de cargos melhor, para que os servidores tenham a perspectiva de continuidade na PF. Só no último concurso, por exemplo, dos 566 contratados inicialmente, 125 já deixaram o órgão", explicou o presidente do SinpecPF.

O sindicalista informou que essa seleção foi prorrogada até junho de 2018, e que, por isso, ainda não tramita no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) nenhum pedido para um novo concurso Polícia Federal na área.

blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias