• Por: Yuri Salso - Publicado em 18/04/2016 08h39 - Atualizado em 25/07/2016 16h38
Novamente, o pedido de liberação de verbas para a realização do concurso público da Polícia Federal (PF) avançou no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). O processo agora encontra-se na Coordenadoria Geral de Carreiras, Concursos e Desenvolvimento de Pessoas do órgão.

Ainda é preciso que o MPOG dê um parecer a respeito dos recursos financeiros disponíveis para o preenchimento das vagas de delegado e perito, já que desde o decreto 8.326 de 2014, a PF não precisa mais de autorização do órgão para realizar certames.

Segundo responsáveis pelo setor de recursos humanos da Polícia Federal, a confirmação do orçamento vem sendo discutida com o ministério para que a seleção ocorra o mais rápido possível.
 

Concursos Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal

 
07/06/2016 | Boa notícia para quem deseja ingressar nas forças de segurança pública federal. Os processos dos concursos da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) avançaram no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) no dia 27 de maio. No total, foram solicitadas 2.102 vagas para as áreas administrativa e policial.
 
Os pedidos, que estão em três processos distintos, deixaram a Coordenação-Geral de Carreiras, Concursos e Desenvolvimento de Pessoas da Secretaria de Gestão de Pessoas e Relações do Trabalho no Serviço Público (SEGRT), seguindo para a Coordenação Administrativa e Suporte Técnico (Coast). Para que o Planejamento dê a autorização, as solicitações ainda deverão passar por setores como a Consultoria Jurídica, Secretaria Executiva e Gabinete do Ministro.
 
A Polícia Federal requer a confirmação de previsão orçamentária para poder ocupar 558 vagas de delegado (491 vagas) e perito (67). 
 
No caso da Polícia Rodoviária Federal, o pedido é de abertura de concurso público para preencher 1.500 oportunidades de policial rodoviário federal e 44 vagas de nível superior na área administrativa, distribuídas entre os cargos de administrador (19), engenheiro (17), estatístico (5) e técnico em comunicação social (3). Os vencimentos iniciais para os cargos administrativos  são de R$5.027. Já para polícial rodiviário federal os ganhos iniciais são de R$7.177,91.
 

Andamento

 

18/04/2016 | A Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal já contam com pedidos no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) visando à abertura de novos concursos para cargos policiais.
 
Com a validade do último concurso para agente expirando no fim de fevereiro, a Polícia Federal poderá encaminhar pedido com vistas à realização de nova seleção para o cargo, que é aquele que atrai mais concurseiros interessados em se tornar policias federais. O órgão também não conta com seleção vigente para escrivão, podendo convocar concurso para essa função. As solicitações precisam ser encaminhadas até o fim de maio, conforme determinado pelo Planejamento. 
 
Os cargos de agente e escrivão são abertos a quem possui o ensino superior completo em qualquer área e proporcionam remuneração inicial de R$9.160,20
 
Outros cargos da Polícia Federal que também devem ser contemplados com novos concursos em breve são os de delegado e perito. Para concorrer a perito é necessário possuir curso de nível superior em áreas específicas e para delegado, superior em direito, com pelo menos três anos de atividade jurídica ou policial, comprovados na data da posse. As duas funções exigem nível superior completo e oferecem remuneração inicial de R$17.288,85.
 
No caso da Polícia Rodoviária Federal, a solicitação é para 1.500 vagas de policial rodoviário federal. O cargo exige nível superior completo em qualquer área e oferece remuneração inicial de R$7.177,91.
 
Todos os cargos policiais têm ainda o requisito de Carteira Nacional de Habilitação (CNH), na categoria B em diante.
 

Outras Notícias