Central de Concursos
  • Publicado em 26/08/2013 12h08
Deverá ser divulgado nos próximos dias o resultado do processo de mobilidade interna dos servidores administrativos da Polícia Federal (PF). O resultado será fundamental na distribuição regional das 566 vagas do concurso para área de apoio do órgão, já que, conforme informações da Coordenação de Recrutamento e Seleção (Corec) do departamento, basicamente, as vagas que ficarem ociosas em cada um dos estados e no Distrito Federal após o processo serão oferecidas na seleção externa.

A PF trabalha para divulgar o mais rápido possível o edital de abertura do concurso. De acordo com a Corec, caso a organizadora seja definida em tempo hábil, a divulgação poderá ocorrer logo após o resultado da mobilidade interna. Até a última segunda-feira, dia 19, não havia informações sobre a conclusão da escolha da instituição que ficará à frente do concurso.

O mais provável é que o edital seja divulgado até setembro, com as provas sendo aplicadas em novembro, em todas as capitais. Das 566 vagas, 534 serão apenas para agente administrativo. O cargo tem como requisito o ensino médio completo (não há exigência de carteira de habilitação) e proporciona, além de estabilidade (contratação pelo regime estatutário), remuneração inicial de R$3.689,77, incluindo auxílio-alimentação, de R$373.

As outras 32 vagas serão em cargos de nível superior. Haverá 11 vagas para engenheiro, sete para assistente social, cinco para contador, quatro para administrador, três para psicólogo e duas para arquivista. Para esses, os iniciais, também com o auxílio, são de R$5.454,18 (engenheiro) e R$4.412,3 (demais). Em todos os casos (inclusive para agente administrativo), a carga de trabalho será de 40 horas semanais.

A a seleção deverá ser feita por meio de provas objetivas para todos os cargos e, ainda, prova discursiva, apenas para os de nível superior.
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias