• Por: Folha Dirigida - Publicado em 13/10/2015 16h20
A realização de novos concursos para a Polícia Civil já está prevista no orçamento de 2016 do Governo do Estado de São Paulo. No projeto de lei orçamentária enviada à Assembleia Legislativa (PL 1.298/2015), são destinados R$ 30 milhões somente para a seleção, formação, capacitação e aperfeiçoamento dos policiais civis. Na descrição do gasto a proposta destaca a realização de concursos pela Academia de Polícia (Acadepol) para as diversas carreiras policiais. O valor representa pouco mais de 10% dos R$ 24 bilhões previstos para a área de segurança. 
 
De acordo com a presidente da Associação dos Funcionários da Polícia Civil do Estado de São Paulo, Lucy Lima Santos, a expectativa é de que com a liberação do orçamento os primeiros editais saiam ainda este ano, tendo em vista que as novas contratações só aconteceriam no fim de 2016. “Muitas pessoas estão para se aposentar e já existe um compromisso firmado pela Polícia Civil em realizar novas contratações para diversas carreiras, algumas pela convocação de aprovados e outras por novos concursos. Acredito que neste caso os primeiros editais saiam neste fim de ano”, afirmou a sindicalista.
 
Com os concursos previstos em orçamento, que ainda será votado, o órgão aguarda agora pela autorização do governador Geraldo Alckmin para seguir com a elaboração das seleções. No pedido de concurso enviado pela Polícia Civil no fim do ano passado foram solicitadas 3.176 vagas, sendo parte destinada a convocação de remanescentes da última série de concursos e parte para novos editais. O órgão deve finalizar em breve esta divisão, tendo em vista que todos os concursos em andamento já aguardam homologação.
 
Do total de vagas, 851 são para cargos de nível médio distribuídas entre as carreiras de atendente de necrotério, auxiliar de necropsia, papiloscopista, desenhista, fotógrafo técnico pericial, agente policial, auxiliar de papiloscopista e agente de telecomunicações. Para nível superior são 2.325 oportunidades, divididas entre perito, médico legista, investigador, escrivão e delegado. 
 
Carreiras como investigador, escrivão e perito, que devem contar com muitos aprovados além do número de vagas iniciais, indicam para um possível aproveitamento de remanescentes. Já agente de telecomunicações, agente policial e auxiliar de papiloscopista contarão com todas as vagas destinadas a novos concursos. No caso do primeiro já não existe mais aprovados na lista, uma vez que todos já foram convocados. Já para agente policial e auxiliar de papiloscopista e agente policial existe um pequeno número de remanescentes e, além disso, os cargos tiveram escolaridade alterada no ano passado e passaram de nível fundamental para médio.
 
Para os novos concursos de nível médio a Polícia Civil não pretende realizar alterações no formato da seleção. Tanto as etapas quanto no conteúdo programático devem seguir o padrão dos últimos concursos do órgão. As únicas alterações serão para os cargos de nível superior que voltarão a incluir a prova oral em seus concursos, com exceção de delegado, que já conta com a etapa.
 
Cargos concurso Polícia Civil SP
*Os valores citados já incluem o adicional de insalubridade de R$571,51, pago a todas as carreiras da área policial

 

Outras Notícias