Central de Concursos
  • Publicado em 17/07/2012 10h40
Toda documentação relativa à contratação da organizadora dos concursos da Polícia Civil e Científica de São Paulo que totalizam 2.747 vagas, está em conformidade com as solicitações da assessoria jurídica do gabinete do secretário de Segurança Pública. Sem uma resposta oficial do órgão, porém, a Acadepol não poderá dar início aos preparativos do concurso. A situação desse quantitativo é: 701 vagas autorizadas, 677 são remanescentes e 1.369 precisam do aval do governador. As chances são para vagas de nível fundamental a superior, cujas remunerações vão de R$ 2.623,24 a R$ 6.981,90.Serão oito concursos, há três, entretanto, prioritários: perito criminal, investigador e escrivão.

Perito Criminal: 56 vagas já autorizadas e há um pedido de mais 46 que a Polícia Científica de São Paulo aguarda ansiosamente. O cargo exige o superior em áreas específicas de Exatas, Biológicas e Humanas. A remuneração, em cidades com mais de 500 mil habitantes pode chegar a R$ 6.981,90.

Investigador e Escrivão: Com dificuldades de preencher as vagas, a carência é grande. Na última seleção para investigador, em 2009, sobraram 433 vagas. Já o cargo de escrivão conta com 244 vagas remanescentes do concurso de 2010. Além disso, há exonerações e aposentadorias, fazendo com que o número necessário de profissionais aumentasse. Em dezembro de 2011, o secretário de Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto, anunciou 1.100 vagas para investigador e 900 para escrivão, mas não está definido se este número será preenchido num só concurso ou se serão seleções anuais com aproximadamente 500 vagas, conforme prefere o delegado geral da Polícia Civil, Marcos Carneiro Lima.Há possibilidade de início oferecer um número de vagas e depois haver uma complementação como aconteceu com o concurso de agente de telecomunicações

Agente, Papiloscopista, Auxiliar de Necropsia e outros

Esses concursos exigem nível médio. Já auxiliar de papiloscopista e atendente de necrotério, o fundamental. Todos esses concursos já estão autorizados e serão 645 vagas no total.

O que Estudar

Para todos os concursos da Polícia Civil e Científica, são solicitados conhecimentos da Língua Portuguesa, Informática, Raciocínio Lógico, Noções de Direito (com ênfase em Direitos Humanos), Criminologia. Há ainda disciplinas específicas que variam de acordo com o cargo. Para a área operacional, a seleção inclui prova objetiva, prova escrita (se for o caso), prova de aptidão psicológica, prova de aptidão física, comprovante de idoneidade e avaliação de títulos (se for o caso). Especialistas recomendam atenção especial à disciplina de Criminologia, principalmente, para quem optar pelas carreiras de investigador e escrivão.

Associação Luta pela Valorização das Carreiras

Oscar Miranda, presidente da Associação dos Escrivães da Polícia Civil do Estado de São Paulo – AEPESP – diz que busca apoio para valorização das carreiras, principalmente para investigador e escrivão. Em 2008, quando o então governador, José Serra, alterou a exigência de escolaridade para estes cargos de ensino médio para superior, sem, contudo, readequar os salários para as novas exigências. Miranda diz também que está constantemente na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo.
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias