Central de Concursos
  • Publicado em 27/09/2013 09h41
Foi publicada nesta sexta, 27 de setembro, portaria do Ministério do Planejamento, autorizando a abertura de concurso na pasta. A solicitação inicial era para o preenchimento de 1.858 vagas. Contudo, inicialmente, foram autorizadas 450 vagas, para dois cargos. O documento estabelece o prazo de seis meses para a publicação do edital de abertura do concurso, isto é, até 27 de março de 2014. Das 1.600 vagas requisitadas para agente administrativo, estão autorizadas 415 oportunidades. O cargo requer o nível médio e proporciona rendimentos de R$2.946,22 mensais, sendo R$1.568,42 de salário-base, R$1.004,80 Gratificação de Desempenho da Carreira da Previdência, da Saúde e do Trabalho (GDPST) e R$373 de auxílio-alimentação.

O órgão pediu também vagas para cargos do ensino superior. Foram solicitadas 64 para técnico em assuntos educacionais, 60 para administrador, 60 para assistente social, 60 para contador, sete para técnico em comunicação social, três para bibliotecário, três para economista e um para sociólogo. Dessas, a portaria contempla apenas 35 vagas para o cargo de contador. A remuneração será de R$4.354,42. A expectativa é de que outras vagas ainda sejam autorizadas.

O último concurso para área de apoio do MTE ocorreu em 2008. Foram oferecidas 1.822 vagas, sendo 1.628 para agente administrativo e as demais para administrador e economista. A seleção reuniu 329.454 inscritos e esteve em vigor até 23 de março de 2013. Mais de 2.122 aprovados foram convocados durante a validade da seleção.

Fiscal - Está prevista para a próxima segunda-feira, dia 30, a publicação do resultado das provas objetivas de auditor-fiscal e a convocação para o exame discursivo, que acontece em 6 de outubro. A seleção tem oferta de 100 vagas. A última etapa do processo seletivo será a sindicância da vida pregressa do candidato, de caráter eliminatório.

Fonte: Folha Dirigida
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias