Central de Concursos
  • Publicado em 10/05/2013 09h45
Foram divulgados nesta sexta, dia 10 de maio, os editais de retomada dos concursos para escrivão (350 vagas), delegado (150) e perito (100) da Polícia Federal (PF). As seleções estavam suspensas desde julho do ano passado, para cumprimento da determinação do STF de que fossem reservadas, em edital, 5% das vagas para deficientes.

Os novos editais, já com essa retificação, estabelecem a reabertura do prazo de inscrição a todos os interessados, no período das 10h do dia 17 de maio ao dia 3 de junho, no site do Cespe/UnB: www.cespe.unb.br.

Os documentos preveem que os candidatos já inscritos, no período de 18 de junho a 9 de julho de 2012, que desejarem alterar sua inscrição, no que diz respeito à cidade de realização de provas e/ou à concorrência como candidato com deficiência, poderão efetuar a mudança por meio do site do organizador, por meio do qual aqueles que não desejarem mais participar da disputa poderão solicitar a devolução da taxa.

O cargo de escrivão é aberto a graduados em qualquer área e tem vencimentos iniciais de R$7.887,33, já incluídos R$373 de auxílio-alimentação, com cobrança de taxa de R$125. A função de delegado exige formação em Direito, enquanto a de perito pede formação superior em diversas áreas, previstas no edital. Nestes dois cargos, o ganho inicial é de R$14.410,11, com taxa de R$150. As três funções em oferta neste concurso da PF, que totaliza 600 vagas, exigem carteira de habilitação categoria B ou superior.

A seleção compreenderá provas objetiva e discursiva (marcadas para 21 de julho, no Distrito Federal e em todas as capitais de estado), além de exames de aptidão física, médico e avaliação psicológica - etapas comuns a todos os cargos. Haverá ainda prova prática de digitação (apenas para escrivão), avaliação de títulos (para delegado e perito) e prova oral (somente para os concorrentes a delegado).

Os locais de lotação serão preferencialmente, nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima, e em unidades de fronteira, localizadas também no Paraná, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

Fonte: Folha Dirigida
blog

Outras Notícias