Central de Concursos
  • Publicado em 30/10/2012 08h26
O Ministro da Justiça. José Eduardo Cardozo, declarou, no último dia 19, ao jornal Folha Dirigida, que haverá seleção para a Polícia Federal no próximo ano, no entanto, um novo concurso dependerá de uma definição com relação à reserva de vagas para deficientes, já que o concurso deste ano para 600 vagas de Escrivão, Delegado e Perito, foi suspenso por não contemplarem vagas para essa parcela de candidatos. A decisão pela suspensão veio através de liminar do Supremo Tribunal Federal – STF -.O caso depende de julgamento do mérito pelo Tribunal e, segundo Cardozo, “estamos pedindo uma reconsideração da decisão do STF e nos próximos dias podemos ter uma decisão”. Essa decisão poderá ser com uma liberação do concurso ou a publicação de um novo edital. Esse concurso, assim como o da PRF, está sendo tratado como prioridade devido ao programa: “Crack: é possível vencer”, o Plano Estratégico de Fronteiras e outras medidas com relação ao combate à violência.

PRF: Assim como o concurso da Polícia Federal, a Polícia Rodoviária deverá realizar concurso, já que a presidenta Dilma Rousseff autorizou a realização dos concursos. A ideia é que em 2014 esses concursos tenham boa parte dos cargos vagos preenchidos.

DEPEN: Será definido, em breve, a realização de concurso do Departamento Penitenciário Nacional – DEPEN -. Além do déficit de pessoal, se faz necessário acompanhar os investimentos na área de segurança, em especial, nas penitenciárias federais existentes em Mossoró, Porto Velho, Catanduva e Campo Grande e ainda, devido à construção de penitenciária em Brasília.
blog

Outras Notícias