• Por: Yuri Salso - Publicado em 19/03/2018 12h21 - Atualizado em 19/03/2018 13h22
Com mais de 40 mil cargos vagos, Banco Central, Polícia Rodoviária Federal, INSS, MPU e Receita Federal sofrem com a falta de servidores e precisam de contratações imediatas. Com as solicitações, a expectativa é que os editais, com mais de 11 mil vagas, devem sair em 2018. Confira:
 

Receita Federal

 
Déficit: 17.126
Vagas: 2.078
 
Em novembro, o Tribunal de Contas da União alertou sofre a defasagem no quadro de servidores da Receita Federal e endossou o coro para a abertura urgente de concurso. Ainda que admita um déficit de cerca de 17 mil funcionários, o órgão solicitou ao governo 2.078 vagas para a contratação de auditores e analistas. A expectativa é que o concurso seja realizado ainda este ano. A remuneração é de R$ 11.639 para analistas e R$ 20.123 para auditores – ambos exigem curso superior.
 

Banco Central (Bacen)

 
Déficit: 2.603
Vagas: 990
 
Mesmo longe de suprir a necessidade do órgão, o Bacen solicitou, em junho de 2017, a abertura de 990 vagas. E o pedido tramita por lá com 150 vagas para técnico, 800 para analista e 40 para procurador. A remuneração é, respectivamente, de R$ 6.882,57, R$ 17.391,64 e R$ 19.655,67. A boa notícia é que, depois de não conseguir levar adiante a Reforma da Previdência, o governo sugeriu a autonomia de alguns órgãos, entre eles o Bacen. Caso seja aprovada, o banco não precisaria mais do aval do Planejamento para abrir concurso.
 

Polícia Rodoviária Federal

 
Déficit: 3.000
Vagas: 500
 
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) solicitou no ano passado a abertura de concurso para 2.778 policiais rodoviários (remuneração é de R$ 9.931 e exige curso superior). No último dia 28 de fevereiro, Raul Jugmann, ministro da Segurança Pública, revelou que está autorizada a realização de uma nova seleção com 500 vagas para a PRF. O órgão também pediu a autorização para abrir 1.500 vagas administrativas e aumentar o quadro de funcionário de 13 mil para 18 mil.
 

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

 
Déficit: 16.548
Vagas: 7.580 vagas
 
O órgão pediu, em dezembro do ano passado, abertura de 7.580 vagas – sendo 3.941 para técnico do seguro social, 1.493 para analista do seguro social e 2.146 para perito médico previdenciário. As remunerações são: R$ 5.344 para técnicos (exige apenas ensino médio), R$ 7.954 para analistas (superior completo) e R$ 10.616 para peritos (superior em medicina). Por causa do déficit alto, o INSS também solicitou 2.644 vagas para os excedentes da seleção em vigor e mais 6.324 oportunidades para novos concursos.
 

Ministério Público da União (MPU)

 
Déficit: 1.717 
Vagas: não informado
 
A expectativa pelo concurso público do Ministério Público da União está perto do fim. Espera-se que o edital seja publicado até o fim do ano, com vagas para técnicos (ensino médio) e analistas (nível superior). O concurso era previsto para o ano passado, mas, por conta da PEC dos gastos públicos, foi adiado. O projeto já foi encaminhado para as possíveis organizadoras (FGV, FCC e Cebraspe). Ainda não há rumores sobre a quantidade de vagas. As remunerações vão de R$ 7.592,53 (técnicos) a R$ 11.890,82 (analistas).
 
 
 

Outras Notícias