Central de Concursos
  • Publicado em 15/07/2014 00h00
O edital para o concurso de escrevente técnico judiciário do Tribunal de Justiça de São Paulo está prestes a ser divulgado, esta é a última informação dada pela assessora da presidência do órgão, a Juíza Maria Fernanda Rodovalho.
 
Agora, mais do que nunca, quem deseja ingressar na carreira pública, trabalhando na Justiça Federal do Brasil, deve iniciar imediatamente os seus estudos. Estar bem preparado é a chave para o sucesso!
 
Muitos questionam como estudar para esse tipo de concurso, pois bem, nós da Central de Concursos temos a solução ideal para quem deseja alcançar a aprovação. Com uma tradição de mais de 23 anos e uma vasta lista de aprovados, nossos cursos são voltados exclusivamente para sua área de interesse, neste caso o TJ-SP.
 
No último concurso foram 674 alunos aprovados para 1.035 vagas oferecidas, isso gera um índice de cerca de 65% de aproveitamento de quem se preparou conosco.
 
 
Veja o que dizem alguns dos aprovados:
 
ANTÔNIO WARLEY R. GOMESANTÔNIO WARLEY R. GOMES
 
Foquei meus estudos para o concurso do Tribunal de Justiça! Comecei a me preparar e estabeleci uma rotina diária de 6 a 7 horas de estudos, sou bancário, o que me possibilitou conciliar os estudos com o trabalho.
As aulas presenciais foram de grande valia para o meu aprendizado, pois é nesta hora que você realmente tira as suas dúvidas. Passei a utilizar as apostilas, além é claro de revisar os cadernos de aula, sempre resolvendo provas anteriores para conhecer o estilo da organizadora.
 
O esforço valeu muito apena, depois que você passa percebe que o fruto do seu trabalho teve resultado!
 
 
 
 
CRISTINA SAMESIMA RIBEIRO DO VALLE
CRISTINA SAMESIMA RIBEIRO DO VALLE
 
Meu objetivo era simples: poder planejar minha vida a longo prazo, sem imprevistos. Então, resolvi estudar na Central de Concursos. Fui habilitada em alguns concursos, mas o que eu queria mesmo era trabalhar em um Tribunal. Então me preparei para o concurso do Tribunal de Justiça de São Paulo durante três meses.
 
Bom, chegou a véspera do concurso. Eram 330.000 inscritos. (77.707 inscritos só para São Paulo capital, para 300 vagas). Fiz a prova. O resultado saiu três meses depois, mas valeu a pena esperar: fui aprovada.
 
 
 
 
 
NATASHA PIVANATASHA PIVA
 
Dediquei-me integralmente aos estudos e consegui a aprovação. A alegria e o alívio de ver o próprio nome na lista dos aprovados é indescritível.Nesta jornada, as aulas que assisti na Central de Concursos foram, indubitavelmente, fundamentais para a realização de meus sonhos. Os professores têm uma didática incontestável, são capazes de passar conteúdos extensos de maneira clara, simples e objetiva.
 
Tudo isso, aliado à estrutura que a Central oferece, como salas de estudo reservadas, são capazes de fazer com que a almejada aprovação nos concursos deixe de ser um sonho para se transformar em consequência.
 
 
 
Confira algumas dicas para se preparar:
 
Primeiramente, os candidatos devem elaborar um cronograma de estudos, um roteiro. Recomenda-se duas matérias ao dia. O fator decisivo para sua aprovação é a qualidade do estudo não importa se você tem pouco tempo por dia, o importante é estimular-se a gostar do que está fazendo.
 
A compreensão do que se está estudando é fundamental, se o aluno está assistindo uma aula e tem o hábito de anotar tudo, mas não está prestando atenção naquilo que está anotando, na verdade o que está ocorrendo é o contato com a matéria e não a compreensão propriamente dita. A compreensão depende de você estar concentrado e de alguns fatores importantes como cansaço, sono, sensação de bem estar e otimismo. Exercícios físicos podem ajudar, como a caminhada, pois liberam a serotonina e a endorfina responsável por esse bem estar. A alimentação também é outro fator importante. 
 
Fichamentos, grifos, anotações ajudam muito na fixação da matéria, no elemento concreto, mas o elemento poderoso ligado à prática e a fixação é a resolução de questões de exames e concursos anteriores.
 
A revisão deve se dar em vários momentos. O primeiro, é logo após o primeiro contato com a matéria. Se você assistir a uma aula, deve no mesmo dia, estudá-la, isso fará com que o aprendizado seja retido na mente. Em seguida, pelo menos a cada semana, revisar as matérias que foram aprendidas na semana anterior.
 
Agora que você tem algumas dicas que podem ajudá-lo em seus estudos, mãos à obra e não perca tempo, crie sua rotina, seja disciplinado, procure uma equipe pedagógica experiente e bons estudos!
 
blog

Outras Notícias