Central de Concursos
  • Publicado em 22/04/2013 18h21
Boa notícia para que os que estão se preparando para o concurso do Ministério do Trabalho e Emprego.

Por ter sido autorizadas apenas 100 vagas para o cargo de Auditor-Fiscal do MTE, número este insuficiente para a atual demanda, o Ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, enviou o Aviso Ministerial no. 86 à Ministra do Planejamento e Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, no sentido de atender ao pedido original de 629 vagas. A solicitação vai ao encontro também da recomendação da Organização Internacional do Trabalho – OIT – para que haja um Auditor-Fiscal para cada grupo de 20 mil trabalhadores da População Economicamente Ativa – PEA -.

Junto à solicitação, seguiu um estudo do Sinaite (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho_ e Instituto de Pesquisas Econômicas e Aplicadas – IPEA –) que indica ser preciso, nos próximos quatro anos, a contratação de 5.800 Auditores. Atualmente, o órgão dispõe de 2.902 Auditores desses, 410 já estão em condições de aposentar-se, além de 20% de carrgos vagos na carreira.

O processo de escolha da organizadora esta bem adiantado. No entanto, é possível que haja um atraso, prevendo a possibilidade da ampliação do número de vagas.

O edital está previsto para ser divulgado em setembro.

O cargo de Auditor-Fiscal do Trabalho exige nível superior de escolaridade, em qualquer área. A remuneração inicial é de R$ 13;973, sendo R$ 373, de auxílio-alimentação. As vagas são para todo o país.
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias