Central de Concursos
  • Publicado em 18/12/2012 09h47
Encontra-se no gabinete da ministra Miriam Belchior, pedido do concurso do Ministério de Trabalho e Emprego para preenchimento de 629 vagas para a carreira de Auditor Fiscal.

Nas últimas semanas, o documento passou por diversos órgãos do Ministério do Planejamento que ainda este mês deverá dar resposta ao pedido do concurso.

O cargo requer nível superior e oferece rendimentos de R$ 13.904, sendo R$ 304,00 de auxílio-alimentação.

Devido ao déficit de funcionários para atender a demanda seria preciso de 5.273 a 5.798 fiscais até 2016.

Para os que desejam ingressar nessa carreira não há tempo a perder. Começar os estudos agora é a maneira mais segura de garantir uma vaga. Os especialistas recomendam atenção especial à disciplina de Direito do Trabalho que trata de Tutela de Segurança e Medicina do Trabalho, ficar atento também às mudanças ocorridas na legislação do trabalho, ao artigo 6º da CLT e às revisões da jurisprudência do TST.

O último concurso ocorreu em 2010 e esteve a cargo da Esaf.

Clique aqui e tenha acesso ao edital anterior e inicie seus estudos já!

Área de Apoio: 1.858 vagas
Para a área de apoio do MTE estão previstas 1.858 vagas distribuídas em cargos de nível médio e superior.

Nível Médio: 1.600 vagas para Agente Administrativo com rendimentos de R$ 2.460,42: R$ 1.568,42 de salário-base, R$ 588,00 de gratificação de desempenho e R$ 304,00 de auxílio-alimentação.

Nível Superior: 258 vagas, distribuídas em 60 Técnicos em Assuntos Educacionais, 60 Administradores, 60 Assistentes Sociais, 60 para Contadores, sete para Técnicos em Comunicação Social, três para Economistas e um para Sociólogo. A remuneração é de R$ 3.529,42, sendo R$ 1.990,22 salário-base, R$ 1.235,20 de Gratificação de Desempenho e R$ 304,00 auxílio-alimentação.
blog

Outras Notícias