Central de Concursos
  • Publicado em 04/07/2013 12h17
O presidente da comissão do concurso para técnico (nível médio e médio/técnico) e analista (superior/diversas especialidades) do MPU (Ministério Público da União), procurador Bruno Calabrich, declarou que crescem as possibilidades para que o edital seja liberado ainda esta semana ou, no máximo, entre os dias 8 e 12. Isso porque os preparativos para o certame já estão bem adiantados e o documento está em estágio final de elaboração.

A oferta será de, pelo menos, 280 vagas, mais cadastro de reserva, com oportunidades a serem distribuídas por vários estados, além do Distrito Federal. Embora não haja confirmação, é praticamente certo que o Cespe/UnB será responsável por conduzir o processo, pois o ministério considera que as últimas seleções tiveram êxito sob o comando dessa banca, ressaltando inclusive a que ainda está em andamento, para técnico administrativo e analista processual.

As remunerações iniciais são de R$5.285,16 para técnico e R$8.216,55 para analista, já incluindo os R$373 de auxílio-alimentação.

O cargo de técnico deve oferecer mais oportunidades:Transporte (41 vagas), Informática (29) e Segurança (13). Para nível superior, as principais ofertas devem ser para Engenharia Civil (26), Engenharia de Segurança do Trabalho (15), Tecnologia da Informação/Análise e Desenvolvimento de Sistemas (14), Tecnologia da Informação/Análise e Suporte em Informática (14) e Contabilidade (13). A região de lotação do servidor dependerá do cargo. Ao ser convocado, ele poderá ser designado para qualquer um dos quatro ramos do órgão.

Outro aguardado concurso, que também conta com duas ótimas novidades, é o do Banco Central. Nesta quarta, dia 3, foi confirmada a escolha do Cespe/UnB como organizador da seleção. E mais: fonte ligada à diretoria da instituição bancária informou que o edital de abertura da seleção será divulgado, no máximo, até o dia 19 deste mês.

Das 515 vagas deste novo concurso, 100 serão para técnico, 400 para analista e 15 para procurador. As remunerações iniciais oferecidas são de R$5.531,23, R$13.968,85 e R$16.092,13, respectivamente, já incluindo o auxílio-alimentação, que é de R$373.

Para o cargo de técnico, o requisito básico é o ensino médio completo. No caso de analista, embora as chances sejam em diferentes áreas, a escolaridade necessária deverá ser o ensino superior completo em qualquer área de conhecimento, como ocorreu no concurso de 2009, o último realizado pelo BC. Já para procurador, a exigência será o bacharelado em Direito e pelo menos dois anos de prática forense.

Fonte: Folha Dirigida
blog

Outras Notícias