Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 10/09/2019 10h40 - Atualizado em 10/09/2019 13h08
O Ministério Público Federal (MPF) recomendou ao Ministério da Economia a autorização de um novo concurso Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) em 30 dias. Como a recomendação foi protocolada no último dia 5 de setembro (Recomendação nº 7 de 2019), o prazo sugerido pelo MPF vence em 5 de outubro.

A recomendação também se estende ao presidente do Ibama, Eduardo Fortunato Bim. A ele, o MPF solicita que promova, no prazo de 15 dias (20 de outubro), todas as adequações necessárias, exigidas pela Instrução Normativa n.º 2, de 27 de agosto de 2019, para permitir a regular autorização do concurso, pelo Ministro de Estado da Economia, e, uma vez autorizada a realização, institua Comissão Organizadora, responsável pelos encaminhamentos necessários à realização do certame, e ELABORE cronograma para a realização do Concurso Público, cujo prazo de tramitação, até a posse dos aprovados, não ultrapasse 180 dias. 

A ideia é que, juntos, o presidente do órgão e o Ministério da Economia realizem estudos para verificar a quantidade mínima ideal de cargos, de acordo com a realidade orçamentária existente.

Confira o documento na íntegra: Recomendação nº 7 de 2019

Concurso Ibama: novo pedido é para 2.054 vagas


Encaminhado recentemente ao Ministério da Economia, o novo pedido do concurso Ibama conta com 2.054 vagas distribuídas entre os cargos de técnico administrativo, analista ambiental e analista administrativo.

O pedido anterior, enviado no dia 29 de maio do ano passado, solicitava 1.888 vagas, sendo 759 para o cargo de técnico administrativo, 832 para analista ambiental e 297 para analisa administrativo.

Comparando os dois pedidos, o técnico administrativo subiu de 759 para 847 vagas, para analista ambiental saltou de 832 para 894 oportunidades e o analista administrativo de 297 para 313 postos.

Cargos e remunerações


Para concorrer ao cargo de técnico administrativo é necessário ensino médio completo. A remuneração inicial é de R$ 4.063,34, valor que já inclui auxílio-alimentação de R$ 458.

Já os dois cargos de analista exigem nível superior (em qualquer área para analista administrativo e em área específica para analista ambiental). Ambos os cargos garantem ganhos iniciais de R$ 8.547,64, também já incluso o auxílio-alimentação.

Últimos concursos Ibama


Enquanto o edital do concurso Ibama não é publicado, os candidatos podem e devem adiantar os estudos tendo como base os editais das seleções anteriores. Os últimos concursos para esses mesmos cargos foram realizados em 2012 e 2013, todos eles com o Cebraspe (antigo Cespe/UnB) como organizadora.
 
Em 2012, o Ibama publicou dois editais. O primeiro ofertou 300 vagas para a carreira de técnico administrativo e registrou 112.199 inscritos. Os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva e perícia médica. As vagas eram destinadas à lotação nos estados do Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, DF, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

O segundo edital ofereceu 108 vagas para o cargo de analista ambiental, nas especialidades de Licenciamento Ambiental; Monitoramento, Regulação, Controle, Fiscalização e Auditoria Ambiental; Gestão, Proteção e Controle da Qualidade Ambiental. Os 16.290 candidatos inscritos realizaram prova objetiva e discursiva. Os aprovados assumiram suas vagas nos estados do Distrito Federal e Rio de Janeiro.

Em 2013, 43.533 candidatos concorreram a 61 vagas de analista administrativo. O processo seletivo contou com provas objetiva e discursiva, e os aprovados foram lotados nos estados de Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, DF, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Todas as provas objetivas tiveram 120 questões de múltipla escolha, dividas entre conhecimentos básicos e específicos. Língua Portuguesa, Noções de Informática, Legislação, Ética no Serviço Público, Noções de Direito Constitucional e Noções de Direito Administrativo estiveram entre as disciplinas que foram cobradas.



blog

Outras Notícias