Central de Concursos
  • Publicado em 08/07/2013 12h47
Ainda na expectativa da escolha da banca que será responsável pelo concurso do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), os futuros candidatos devem manter o foco nos estudos enquanto aguardam novidades. Conforme informações do coordenador geral de Administração de Pessoas do Mapa, José Luís da Silva, as propostas das organizadoras estão sendo analisadas e a definição da instituição que aplicará as provas deverá ocorrer até esta sexta, dia 5. A oferta inicial do concurso, conforme autorização do Ministério do Planejamento, é de 736 vagas em cargos dos níveis médio, médio/técnico e superior. As remunerações iniciais devem variar de R$2.491,02 a R$9.986 mensais. De acordo José Luís da Silva, o edital deverá ser divulgado até o final de agosto.

Segundo o Sindicato Nacional dos Fiscais Agropecuários (Anffa Sindical), a oferta do concurso poderá ser ampliada em mais 238 oportunidades. O quadro de pessoal do Mapa está defasado devido às aposentadorias acumuladas nos últimos anos. Com isso, o órgão não funciona de maneira efetiva.

Ainda este ano, muitos servidores devem se aposentar, o que deve agravar ainda mais a situação, enfatizando a tese de que o número de vagas autorizadas pelo Ministério do Planejamento é insuficiente. Como os concursos da área federal devem respeitar o período de pelo menos 60 dias entre a divulgação do edital e a aplicação das provas, provavelmente as avaliações só deverão ocorrer no final de outubro ou meados de novembro.

Fonte: Folha Dirigida
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias