Central de Concursos
  • Publicado em 26/08/2013 12h07
Em publicação do extrato de dispensa de licitação, feita no Diário Oficial da União da última terça, dia 20, foi confirmada a escolha da Fundação Cesgranrio como organizadora da seleção O próximo passo rumo à divulgação do edital é a assinatura do contrato entre as partes, o que deve ocorrer já na próxima semana. Fonte ligada ao órgão informou que o edital deverá ser divulgado em meados de setembro.

Embora o Ministério do Planejamento tenha autorizado 440 vagas, o projeto básico, formato que é enviado às organizadoras, estabelece que serão oferecidas 432 oportunidades, sendo 300 para o nível médio e 132 para o nível superior.

As vagas serão distribuídas pelas carreiras de técnico (300, nível médio); analista e tecnologista (60 para cada cargo, ambos de nível superior); e pesquisador (12, superior com mestrado ou doutorado).

Todas as oportunidades de nível superior serão destinadas ao Rio de Janeiro. Já as de técnico serão para vários estados, incluindo o Rio. Para técnico, a remuneração é de R$3.186,10, e para pesquisador em informações geográficas e estatísticas, os ganhos são de R$7.420 (podendo chegar a R$9.280,45 com titulação).

Para tecnologista em informações geográficas e estatísticas e analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas, os rendimentos são de R$6.728,60 (podendo chegar a R$8.303,24 com titulação).

Os candidatos serão avaliados por provas objetiva e discursiva (apenas para analista/Análise de Sistemas/Desenvolvimento de Aplicações e pesquisador). A seleção ainda contará com prova prática (para tecnologista nas áreas de conhecimento Programação Visual/ Planejamento e Desenvolvimento para Mídias Eletrônicas, Edição de Vídeo e Geoprocessamento) e análise de títulos (pesquisador).

Para os candidatos a técnico serão cobradas 60 questões objetivas de Língua Portuguesa, Inglês, Raciocínio Quantitativo Lógico, Conhecimentos Gerais, Conhecimentos Específicos, Geografia e Noções de Informática. Para se classificar será preciso alcançar, no mínimo, 40% do total de pontos.

Os interessados nos cargos de analista e tecnologista responderão de 60 a 70 questões objetivas (dependendo da especialidade) de Língua Portuguesa, Inglês, Raciocínio Quantitativo Lógico e Conhecimentos Específicos, conforme a área de conhecimento. Para se classificar, será preciso alcançar, no mínimo, 50% do total de pontos.
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias