Central de Concursos
  • Publicado em 26/11/2015 12h10
Recentemente, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) definiu a Fundação Getúlio Vargas (FGV) como organizadora do concurso que visa preencher 600 vagas: 460 para técnico (nível médio), 90 de analista e 50 de tecnologista (nível superior). Agora, de acordo com o jornal Folha Dirigida, falta menos de um mês para o Instituto publicar os editais (um de técnico e outro de analista e tecnologista). Segundo consta no projeto básico do concurso, as regras da seleção sairão nos dias 21 ou 22 do próximo mês, no Diário Oficial da União (DOU), o que deve servir de alerta aos interessados.
 
Oficialmente, o IBGE limita-se a dizer que o edital será publicado no próximo mês, antes do prazo legal, estabelecido pelo Ministério do Planejamento (27 de janeiro). O projeto básico aponta ainda outras datas importantes, que precisam ser confirmadas com a FGV.
 
As inscrições estão programadas para o período de 4 a 28 de janeiro, e as provas objetivas de analista e tecnologista, para 6 de março, ficando a avaliação de técnico para o dia 13 do mesmo mês. O resultado final do concurso de técnico está programado para 6 de abril, e o de analista e tecnologista, para o dia 22 do mesmo mês. 
 
O IBGE já possui diversos detalhes definidos, o que é mais um indicativo de que o edital não deverá demorar para ser publicado. A fundação possui a distribuição das vagas e a estrutura do concurso definidas (clique aqui e confira). Os candidatos a técnico responderão 60 questões objetivas, e os interessados nas funções de analista e tecnologista serão submetidos a 70, exceto Análise de Sistemas que terá 60. Haverá também provas discursiva (para Análise de Sistemas) e prática (tecnologista de Programação Visual). Para técnico, a remuneração inicial é de R$3.471,85, podendo chegar a R$5.011,01, com titulação. Já para analista e tecnologista, os rendimentos são de R$7.373,49, podendo chegar a R$9.107,88, também com a titulação.
 
blog

Outras Notícias