• Por: Yuri Salso - Publicado em 06/06/2016 15h51 - Atualizado em 06/06/2016 16h01

O estado de São Paulo planeja abrir 6.854 vagas na área da saúde, divididas entre a Secretaria Estadual de Saúde (6.751) e o Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual - Iamspe (103). São 717 vagas para cargos de nível fundamental, 2.989 para médio/técnico e 3.148 para superior. Os vencimentos iniciais variam entre R$1.070 e R$13.900.

 

O posto de maior relevância é o de técnico de enfermagem, que conta com oferta de 1.372 vagas para a Secretaria Estadual de Saúde (SES) e 29 para o Iamspe. O cargo exige nível técnico e o registro no Conselho Regional de Enfermagem (Coren). Os ganhos iniciais, que variam de acordo com o prêmio de incentivo, podem chegar a R$1.651.

 

O concurso Iamspe foi autorizado no dia 26 de maio pelo governador Geraldo Alckmin. As 103 vagas são para são para os níveis fundamental, médio/técnico e superior, e os vencimentos iniciais variam entre R$1.070 e R$7.530. Para mais informações sobre esse concurso, clique aqui.

 

Já a seleção da SES aguarda apenas a autorização para que seus editais sejam divulgados de forma independente por cada uma das unidades de saúde. O pedido está sendo analisado na Secretaria de Gestão, pois o número de vagas solicitadas precisa ser adequado à realidade orçamentária do órgão.

 

A oferta de vagas está distribuída entre 33 funções para todos os níveis de escolaridade. O destaque fica por conta do cargo de oficial de saúde (535 vagas), que exige nível médio completo. Os ganhos iniciais ficam entre R$1.123 e R$1.405, dependendo do prêmio de produtividade.

 

Déficit

 

Em um levantamento publicado no dia 30 de abril, no Diário Oficial, foi constatado que os dois órgãos possuem uma grande carência de funcionários. O Iamspe tem 984 cargos vagos, de um quadro total de 6.326 contratados possíveis. No caso da Secretaria Estadual de Saúde, a insuficiência de servidores é de 56.136.

 

Outras Notícias