Central de Concursos
  • Publicado em 01/04/2013 18h03
A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal – STF – ratificou sua decisão com relação ao concurso da Polícia Federal, paralisado desde julho de 2012: o concurso deverá reservar vagas a deficientes, que concorrerão em igualdade de condições aos demais candidatos.

A assessoria da PF, no entanto, apesar de já ter sido notificada e ter acatado a decisão não informou quando a seleção será retomada.
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias