Central de Concursos
  • Publicado em 20/01/2014 00h00

Secretaria Municipal de Educação de São Paulo - (Prefeitura de São Paulo): 3.154 vagas

 

Educacao Sao PauloInauguração de novas escolas de educação infantil e ensino fundamental, carência no quadro de professores em decorrência de aposentarias, falecimentos, exonerações e atendimento ao programa lançado este ano do “Mais Educação” e que prevê alterações e mudanças na quantidade de  ciclos no ensino fundamental paulistano, além da garantia da Lei Municipal 11.229/92 que determina que as seleções  para ingresso e acesso devem ser realizados a cada dois anos ou quando o percentual de cargos vagos atingir 5% do total, são os motivos da realização de um novo concurso para preenchimento de 3.154 vagas para professor de educação infantil e professor de ensino fundamental I.

 

A comissão do concurso será formada este mês e o edital deve sair ainda no primeiro semestre de 2014.

 

A remuneração poderá chegar a R$ 3.075,53 para ambos os cargos para jornadas de 30 horas semanais. Este valor inclui o salário de R$ 2.345,17 e benefícios, como auxílio-refeição no valor de R$ 296,12 (22 dias), auxílio-transporte de R$ 177,12 e vale-alimentação de R$ 257,12, alguns profissionais ainda contarão com gratificação de difícil acesso que pode variar de R$ 84,21 a R$ 140,34.

 

Para concorrer é necessário formação específica comprovada através de diploma registrado da habilitação para o Magistério correspondente ao ensino médio ou Licenciatura Plena em Pedagogia; ou Curso Normal Superior. A seleção terá como prioridade o período de alfabetização.

 

A mudança de ciclos, um dos  elementos que exigiu um novo concurso será assim distribuído: 1º ao 3º ano atenderá o início da alfabetização,  o segundo ciclo abrange 4º, 5º e 6º anos e o terceiro vai do 7º ao 9º.

 

Há ainda, segundo Carlos Fonseca, presidente do Sindicato dos Profissionais em Educação do Ensino Municipal de São Paulo, a necessidade de realização de concurso para diretores de escola.  

 

Secretaria de Educação do Estado de São Paulo: 1.450 vagas de diretor

 

Antes mesmo de autorizado, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo trabalha na elaboração do edital do concurso para 1.450 vagas de diretor que deve ser concluído com a escolha da organizadora.

 

As mudanças propostas pelo Projeto incluem que os novos diretores frequentarão dois cursos de seis meses antes de atuar nas unidades de ensino. Após o curso, devem apresentar um plano de trabalho específico para a escola em que irão atuar. Simultaneamente ao período de formação, o aprovado passa por um estágio probatório com duração de três anos, período em que os profissionais vão receber orientações sobre a função de gerenciamento de recursos humanos e estratégias de ensino, logo após todos os gestores passarão ainda por avaliações anuais feitas pelo conselho da escola. 

 

O órgão aguarda o fim do recesso parlamentar em fevereiro para enviar à Assembleia Legislativa projeto de lei que modifica as fases do concurso para diretor de escola e assim dar início ao novo concurso.

 

As vagas serão distribuídas entre 91 regionais de ensino do estado. A remuneração é de R$ 5.144,87 já inclusas as gratificações de representatividade, no valor de R$ 500 e gratificação de dedicação plena e integral no valor de R$ 1.990,06. Como pré-requisitos há itens como licenciatura em Pedagogia, ou pós-graduação na área da Educação, além de ter no mínimo oito anos de experiência como efetivo no exercício do magistério. A secretaria já divulgou as competências e habilidades necessárias para os profissionais interessados no cargo e a bibliografia exigida para o concurso. É cobrada a leitura de 11 livros e três publicações institucionais, além das referências de legislação.

 

blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias