Central de Concursos
  • Publicado em 26/10/2012 17h38
Até dezembro deve sair um dos mais aguardados concursos na esfera dos Tribunais. Trata-se do Tribunal Regional Federal da 3ª. Região que atende São Paulo e Mato Grosso do Sul, informação dada pelo Presidente do órgão, desembargador Newton De Lucca, no último dia 19, ao jornal Folha Dirigida.

Boa notícia para quem aguarda e se prepara para ser um servidor da Justiça Federal em São Paulo.

O número de vagas não foi divulgado, e o será uns dias antes da publicação do edital e, a exemplo do concurso anterior, deve oferecer um número maior do que o oferecido no documento. As oportunidades serão para técnico e analista judiciário, cujos salários iniciais são de R$ 4.623 (nível médio) e R$ 7.181,52 (superior), respectivamente. Há ainda os benefícios do vale-transporte, reembolso parcial de creche, participação na assistência médico-hospitalar – também para dependentes – e adicional de qualificação

Situação do Edital

O edital está em fase de elaboração e deve sair logo após a aprovação do Projeto de Lei 17/2012 que prevê verba de R$ 8,3 milhões para o órgão, além de outras verbas solicitadas para outros Tribunais. O projeto de Lei já está aprovado pelas comissões, faltando apenas a aprovação do plenário o que deve ocorrer nos próximos dias, visto estar na ordem do dia. Houve um atraso, devido a dificuldade de quorum parlamentar em decorrência das eleições, segundo declarou De Lucca.

Último concurso

A cargo da Fundação Carlos Chagas, o último concurso foi realizado em 2007. A princípio, foram oferecidas 191 vagas, no entanto, o concurso nomeou 356 aprovados, cuja procura maior foi para o cargo de técnico judiciário na área administrativa que contou com 58.575 inscritos para uma oferta de 90 vagas. A prova objetiva contou com 25 questões de Conhecimentos Gerais - peso dois -; Português, Matemática, Raciocínio Lógico e 25 de Conhecimentos Específicos – peso um – com as disciplinas de Noções de Direito Administrativo, Constitucional e Penal. É possível que para essa próxima prova sejam incluídas mais áreas do Direito e excluída a prova de digitação.

Já para analista, houve 21.662 inscritos para 45 vagas. Foram 30 questões de Conhecimentos Gerais – peso um – , Português e Raciocínio Lógico, além de duas questões discursivas, 30 de Conhecimentos Específicos – peso dois -, Direito Civil, Processual Civil, Penal, Processual Penal, Administrativo, Constitucional, Previdenciário e Tributário, para essa área a prova de digitação também será excluída, provavelmente.

Especialistas recomendam iniciar os estudos imediatamente. O estudo antecipado é essencial para um bom desempenho.
blog

Outras Notícias