Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 30/01/2019 15h25 - Atualizado em 30/01/2019 18h14
Ótima notícia para quem pretende ingressar em uma carreira pública federal em 2019. O Tribunal de Contas da União (TCU) deve abrir um novo concurso público com oportunidades para cargos de níveis médio e superior.
 
Apesar de os detalhes do certame ainda não terem sido definidos, a nova seleção já conta com previsão na Lei Orçamentária Anual de 2019, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro no último dia 16 de janeiro. De acordo com o documento, serão ofertadas 20 vagas no decorrer deste ano.
 
Somente após a autorização por parte do governo é que os cargos contemplados serão conhecidos. No entanto, a expectativa é que as oportunidades sejam destinadas às carreiras de técnico federal de controle externo e auditor federal de controle externo. Isso porque a validade do último concurso para técnico, realizado em 2015, será encerrada no dia 2 de dezembro, enquanto que o cargo de auditor não conta com concurso em validade desde 1º de dezembro de 2017.
 
Para concorrer ao cargo de técnico é necessário somente o ensino médio de escolaridade, com remuneração inicial de R$ 12.697,54. No caso de auditor, a exigência é ter formação de nível superior em qualquer área, com ganhos iniciais de R$ 21.947,82. Para os dois cargos, a jornada é de 40 horas semanais.
 
Além das remunerações acima do mercado, os servidores do TCU também contam com outros benefícios: auxílio pré-escola de R$ 791,58, auxílio alimentação de R$ 1.011,04 e assistência médica de R$ 174,48, além de auxílio-transporte.
 

Último concurso TCU

 
O último concurso TCU foi realizado em 2015 e teve o Crebaspe (antigo Cespe/UnB) como banca organizadora. Do total de 108 vagas ofertadas, 42 foram para o cargo de técnico e 66 para o de auditor.
 
As vagas para o cargo de técnico federal foram distribuídas entre as cidades de Brasília (32), São Luiz (2), Rio Branco (1), Cuiabá (1), Manaus (1), Salvador (1), Belém (1), Recife (1), Porto Velho (1) e Boa Vista (1). A seleção contou com uma prova objetiva com 100 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos e 50 de conhecimentos específicos, além de duas provas dissertativas.
 
As outras 66 para auditor federal destinaram-se às áreas de Auditoria Governamental (36) e de Tecnologia da Informação (30). As da primeira especialidade foram distribuídas da seguinte maneira: Brasília (29), Rio Branco (2), Manaus (1), Macapá (1), Cuiabá (1), Belém (1) e Boa Vista (1). Para a área de TI, todas as vagas foram destinadas à capital federal. A prova contou com 200 itens, sendo 100 de conhecimentos gerais e 100 de conhecimentos específicos, além de duas provas discursivas.
 
Confira os editais completos:
 

Auditor Federal de Controle Externo

Técnico Federal de Controle Externo

 
blog

Outras Notícias