Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 06/08/2020 17h51 - Atualizado em 06/08/2020 18h23
Edital do novo concurso PF (Polícia Federal) com 2.000 vagas é deve sair ainda em 2020

Após o Ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, confirmar em entrevista que o aguardado concurso PF (Polícia Federal) já está em elaboração e deverá contar com uma oferta de 2.000 vagas, na tarde desta quinta-feira (06) foi a vez de ser divulgado um suposto cronograma atualizado do concurso.

Segundo informações que estão sendo apuradas, o novo cronograma foi passado por uma fonte do alto escalão da própria corporação. Confira a seguir as possíveis principais datas do concurso PF 2020:
 
• Assinatura do contrato com a banca - 23/11/2020
• Publicação edital - 08/12/2020
• Provas objetivas e discursivas - 11/04/2021
• Exame de aptidão física - 12 e 13 /06/2021
• Exame médico - 17 e 18/07/2021
• Prova de digitação 22/08/2021
• Avaliação psicológica - 26/09/2021
• Procedimento de heteroidentificação - 31/10/2021
• Avaliação de títulos - 22 a 26/11/2021
• Resultado final - 21/12/2021
• 1º curso de formação - 01/2022
• 2º curso de formação - 07/2022
 
LEIA TAMBÉM:


Concurso PF: 2.000 vagas para a área policial

Segundo o presidente da Federação Nacional dos Policia Federais, Luis Boudens, a distribuição das 2.000 vagas, todas elas para a área policial da PF, será a seguinte:

• 1.016 vagas para agente;
• 600 vagas para escrivão;
• 300 vagas para delegado; e
• 84 vagas para papiloscopista.

Todos os cargos exigem nível superior em qualquer área (exceto delegado, que pede ensino superior em direito e três anos de experiência) e Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Os ganhos em início de carreira são de R$ 12.522,50 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 23.692,74 para delegado.

Concurso PF: cargos solicitados também para área administrativa

Ainda de acordo com Luis Boudens, o ministro da justiça anunciou esse novo quantitativo já incluindo parte das 1.508 vagas pedidas pela pasta da Segurança Pública.

Desse pedido já enviado, sobram 508 vagas para a área administrativa, as quais estão distribuídas da seguinte forma: agente administrativo (349), papiloscopista (61), administrador (21), arquivista (8), assistente social (10), bibliotecário (1), contador (9),  economista (3), enfermeira (3), engenheiro (1), estatístico (4), farmacêutico (1), médico (65), nutricionista (1), odontólogo (11), psicólogo (5), técnico em assuntos educacionais (13) e técnico em comunicação social (3).
 
Destaque com 349 oportunidades, a carreira de agente administrativo pede apenas ensino médio e conta com remuneração inicial de R$ 4.746,16, incluindo 2.279,16 de salário básico e R$ 2.467 de gratificação de desempenho de atividade de apoio técnico administrativo.

Independência do concurso PF

Vale lembrar que, de acordo com o decreto 9.739, de 28 de março de 2019, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, a PF (Polícia Federal) não precisa de autorização do Ministério da Justiça para realizar um novo concurso público.
 
No caso da PF, a liberação de novos concursos fica sob a responsabilidade do diretor-geral do órgão, podendo ocorrer sempre que a necessidade atingir 5% do quadro de pessoal ou em caso de menor percentual, de acordo com determinação do Ministério da Justiça e Segurança Pública.
 
Último concurso PF (Polícia Federal)

Iniciado em 2018, o concurso PF anterior contou com uma oferta de 500 vagas, sendo 150 para delegado, 60 para perito criminal, 80 para escrivão, 30 para papiloscopista e 180 para agente. Ao todo, a seleção registrou 147.744 inscritos. Para todos os cargos é exigida formação de nível superior, com iniciais de R$ 11.983,26 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 22.672,48 para delegado e perito. Recentemente foi autorizado pelo Governo, a contratação de 1.000 aprovados no último concurso Polícia Federal, com a expectativa de aproveitamento de todos os aprovados.

No ano de 2013, outro concurso da Polícia Federal foi realizado e ofereceu 566 vagas, sendo 534 para agente administrativo, com opções em todos os estados. Para nível superior, as oportunidades foram para o Distrito Federal. A banca organizadora foi o Cespe e a prova objetiva contou com 120 itens para todos os cargos, sendo 50 sobre conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva para os cargos de nível superior.

Para agente administrativo, a parte de conhecimentos básicos contou com temas sobre língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico, atualidades, noções de direito administrativo e noções de direito constitucional.

Para os cargos de nível superior, a parte de conhecimentos básicos versou sobre língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de informática, noções de direito administrativo e noções de direito constitucional.

Concurso PF 2020: curso preparatório para agente policial

A Central de Concursos oferece curso preparatório para aqueles que desejam concorrer a uma das 1.016 vagas de agente da PF.

O curso e os materiais didáticos são produzidos de acordo com os editais já publicados, levando em conta a provável banca organizadora. As aulas são planejadas para abordar todos os assuntos necessários e os professores, a todo tempo, oferecem dicas e macetes para garantir que você lembre do que aprendeu.

Não perca a oportunidade de se preparar com quem tem o material didático mais completo do mercado e uma equipe de professores preparada para ajudar você a conquistar seu objetivo.

Resumo do Concurso PF (Polícia Federal)

PF - Polícia Federal
Vagas: 2.508
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Diversos cargos (áreas policial e administrativa)
Áreas de Atuação: Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Médio e Ensino Superior
Faixa de salário: até R$ 23.692,74
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias