Central de Concursos
  • Por: Cecília Rodrigues - Publicado em 12/11/2010 00h00
As provas dos Correios, marcadas para o dia 28 de novembro, foram adiadas. A decisão afeta 1.064.209 inscritos no concurso para 6.565 vagas em cargos de nível médio e superior, oportunidades distribuídas em todo o País. É mais um episódio dentro de uma sucessão de entraves jurídicos que o concurso vem sofrendo após o encerramento das inscrições em fevereiro.

A empresa alega que suspensão ocorreu por força da decisão judicial concedida em caráter liminar pela 5ª Vara da Justiça Federal de Brasília, que bloqueou o andamento da contratação, em outubro, da Fundação Cesgranrio, escolhida para ser a organizadora do processo seletivo. O juiz Paulo Ricardo de Souza Cruz disse que determinou a suspensão da contratação porque houve dispensa de licitação, o que "não seria possível aplicar no caso da realização de concurso público”, informa o G1, portal de notícias da Globo .

Ainda segundo o site, os Correios informaram que será garantida a devolução das taxas aos candidatos que desistirem de participar do concurso, "devidamente atualizadas, em data a ser divulgada". A devolução atende à recomendação feita pelo Ministério Público Federal (MPF)

blog

Outras Notícias