Central de Concursos
  • Publicado em 05/08/2015 16h25
O grande objetivo de quem participa de um concurso é ser convocado rapidamente para assumir o tão sonhado cargo público. E no caso dos concursos dos Correios, que tem novo edital para carteiro e operador de triagem e transbordo (de nível médio, com remuneração inicial de até R$3 mil, aproximadamente) previsto para até o fim deste mês, as chances de isso acontecer são enormes em caso de aprovação. Na última seleção promovida para cargos de nível médio, em 2011, embora tenham sido oferecidas 7 mil vagas, mais de 40 mil aprovados foram convocados para contratação, quase seis vezes a mais que o previsto inicialmente. No Rio de Janeiro, o número quadruplicou: foram 808 vagas e 3.415 convocações nas funções de carteiro, atendente comercial e operador de triagem e transbordo.
 
Gráfico estatísticas
 
 
Estatísticas
 
A média foi a mesma para carteiro na capital fluminense: das 418 vagas na função para as unidades da empresa no estado, 260 foram só para a cidade do Rio e, ao fim, 1.074 aprovados foram chamados para ocupar o posto. No caso de operador de triagem e transbordo, outro que terá vagas no novo concurso, foram 222 vagas na capital, porém, com 591 convocações. Os dados foram compilados a partir de resumo do concurso divulgado periodicamente no site dos Correios. Os números estão atualizados até o último dia 10. Uma nova atualização está prevista para o dia 10 deste mês. No concurso deste ano, as contratações poderão ser alavancadas por uma decisão judicial de novembro do ano passado que obriga os Correios a contratarem concursados (inclusive de 2011) em número equivalente à demanda verificada em levantamento a ser realizado. E segundo as federações que representam a categoria a defasagem é de 15 mil a 70 mil servidores (incluindo substituição de terceirizados). A estatal, no entanto, já recorreu da decisão.
 
Inicialmente, serão oferecidas cerca de 2 mil vagas e será formado cadastro de reserva para utilização ao longo da validade do concurso. Segundo fontes ligadas à estatal, a maioria das chances será para carteiro, como costuma acontecer. Os Correios já confirmaram que, além do Rio de Janeiro, haverá oportunidades para os estados do Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sual, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal. Os demais estados não serão incluídos por ainda contarem com cadastro de reserva do concurso de 2011. Na nova seleção, 10% das vagas serão reservadas a pessoas com deficiência e 20% a pessoas pretas ou pardas. Para os próximos dias, a expectativa é pelo anúncio da organizadora do concurso. Na seleção de 2011, a banca foi o Cespe/UnB. A seleção será feita por meio de provas objetivas de Língua Portugusa, Matemática e Conhecimentos Gerais, que entra no lugar de Informática. Como já confirmaram os Correios, haverá ainda teste de esforço físico, além de, posteriormente, exame médico admissional.
 
Remuneração - Segundo os Correios, o salário inicial para os operadores de triagem e transbordo, somado à Gratificação de Incentivo à Produção (GIP), chega a R$1.284. Para carteiros, é somado ainda o adicional de distribuição, o que eleva a remuneração para R$1.620,50. O valor chega a cerca de R$3 mil considerando-se também benefícios como vale alimentação/refeição (de R$971,96 a R$1.092,48), vale-transporte, auxílio-creche ou auxílio babá, além de adicionais (de acordo com o Plano de Cargos, Carreiras e Salários) e a possibilidade de adesão ao plano de previdência complementar, assim como o custeio do plano médico e odontológico.
 
Veja esboço do programa do concurso
 
LÍNGUA PORTUGUESA: 1 Compreensão e interpretação de textos. 2 Ortografia oficial. 3 Acentuação gráfica. 4 Emprego das classes de palavras: nome pronome, verbo, preposições e conjunções. 5 Emprego do sinal indicativo de crase. 6 Sintaxe da oração e do período. 7 Pontuação. 8 Concordância nominal e verbal. 9 Regência nominal e verbal. 10 Significação das palavras. 11 Formação de palavras.
 
MATEMÁTICA: 1 Números relativos inteiros e fracionários, operações e propriedades. 2 Múltiplos e divisores, máximo divisor comum e mínimo múltiplo comum. 3 Números reais. 4 Expressões numéricas. 5 Equações e sistemas de equações de 1o grau. 6 Sistemas de medida de tempo. 7 Sistema métrico decimal. 8 Números e grandezas diretamente e inversamente proporcionais. 9 Regra de três simples. 10 Porcentagem. 11 Taxas de juros simples e compostas, capital, montante e desconto. 12 Princípios de geometria: perímetro, área e volume. 
 
CONHECIMENTOS GERAIS: 1.Organização das administração pública no Brasil a partir da Constituição Federal de 1988. 2.Conceitos relativos às administrações direta e indireta. 3.Diferenças entre autarquias, fundações e empresas públicas. 4.Agentes públicos. 5.Estatuto da ECT.
blog

Outras Notícias