Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 13/07/2018 10h59 - Atualizado em 13/07/2018 12h15
Os 161.453 candidatos inscritos no concurso público do Tribunal Regional do Trabalho do Estado de São Paulo (TRT 2ª Região) já podem conferir os locais de realização das provas objetivas e discursivas para técnicos judiciários e analistas judiciários, que serão aplicadas no próximo dia 22 de julho (domingo). A consulta pode ser feita acessando o site da Fundação Carlos Chagas, banca organizadora do concurso. Para isso é necessário informar o número de CPF fornecido no momento da inscrição.
 
As provas do concurso TRT-SP serão realizadas na parte da manhã, às 8h, para os candidatos a técnico judiciário em suas diversas especialidades. Já na parte da tarde, às 14h30, será a vez dos concorrentes ao cargo de analista judiciário, de todas as áreas, realizarem os testes objetivos e discursivos. Os portões serão abertas 30 minutos antes nos dois turnos de aplicação. As provas serão realizadas nas cidades de São Paulo, Osasco, Taboão da Serra, São Bernardo do Campo e Guarulhos, conforme escolha do candidato. 
 
Os participantes terão 4 horas e meia para concluir os exames. Para o cargo de técnico – especialidade segurança ainda serão aplicados testes prático e físico, em datas a serem definidas.
 
A prova objetiva contará com 60 questões para técnico e 70 para analista, sobre Língua Portuguesa, Matemática/Raciocínio Lógico, Informática, Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência, Legislação e Ética no Serviço Público e Conhecimentos Específicos. A prova discursiva será composta por uma redação, que deverá conter entre 20 e 30 linhas.
 

Concurso TRT-SP 2018


No total, são 320 vagas imediatas e formação de cadastro reserva (CR) para técnicos judiciários e analistas judiciários de diferentes especialidades, com oportunidades para os níveis médio ou técnico e nível superior.
 
O destaque do concurso TRT-SP é o cargo de técnico judiciário da área administrativa, com 144 vagas. As outras oportunidades para técnico judiciário, que exige nível médio ou curso técnico, estão distribuídas entre as seguintes áreas: Administrativa - Especialidade Telefonia (1 vaga); Administrativa - Especialidade Segurança (35 vagas); Apoio Especializado - Especialidade Enfermagem (CR) e Apoio Especializado - Especialidade Tecnologia da Informação (1 vaga).
 
Quem possui ensino superior concorrerá às vagas para analista judiciário das seguintes áreas: Judiciária (53 vagas); Área Judiciária - Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal (54 vagas); Área Administrativa (27 vagas); Administrativa - Especialidade Contabilidade (1 vaga); Apoio Especializado - Especialidades: Arquivologia (CR); Biblioteconomia (1 vaga); Enfermagem (CR); Engenharia (CR); Engenharia/ Segurança do Trabalho (CR); Estatística (CR); Especialidade Medicina (CR); Medicina / Cardiologia (CR); Medicina / Clínico Geral (CR); Medicina do Trabalho (CR); Medicina Psiquiatra (CR); Nutrição (CR); Psicologia (CR); Serviço Social (1 vaga); Tecnologia da Informação (1 vaga) e História (1 vaga).
 
A remuneração para técnicos é de R$ 7.838,18, chegando a R$ 8.650,18 na especialidade Segurança. Analistas recebem R$ 12.742,14 e, na especialdiade Oficial de Justiça, o valor é de R$ 15.164,03. Os valores já incluem o auxílio-alimentação de R$ 884.
 
De acordo com o edital, o concurso TRT-SP terá validade de dois anos, prorrogável por mais dois, a critério do Tribunal Regional do Trabalho 2ª Região de São Paulo.
 

Edital concurso TRT-SP 2018 

blog

Outras Notícias