• Por: Secretaria da Segurança Pública - Publicado em 28/07/2015 15h41
O Governo do Estado tem investido constantemente no reforço do efetivo das polícias. Somente para os quadros das polícias Civil e Técnico-Científica, estão em andamento nove concursos públicos que irão preencher 3.297 vagas.
 
Serão contratados 129 delegados, 788 escrivães, 1.384 investigadores, 89 atendente de necrotério, 447 peritos, 140 médicos legistas, 120 fotógrafos técnico-periciais, 55 desenhistas e 145 auxiliares de necropsia.
 
Os processos que irão selecionar atendentes de necrotério, desenhistas, fotógrafos e peritos já tiveram a classificação final publicada no Diário Oficial do Estado. Neste momento, os documentos dos candidatos aprovados estão em análise no Departamento de Administração Policial (DAP) para nomeação.
 
A análise feita pelo DAP deve terminar até o final deste mês. Após essa fase, os processos serão encaminhados à Academia de Polícia Civil (Acadepol) para preparação da homologação que será feita pelo secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes.
 
Depois que os aprovados são nomeados, eles tomam posse e entram na Academia, onde fazem o curso de formação, que dura em torno de três meses.
 
Após o curso, os policiais realizam estágio supervisionado de 15 dias já em unidades policiais e, depois, se formam para reforçar o efetivo da polícia.
 
Investigação social
 
Os concursos para escrivão, investigador e auxiliar de necropsia estão na fase de investigação social, na qual é analisada a conduta moral e social do candidato, o que inclui o levantamento de infrações penais, por exemplo.
 
Para os processos de escrivão e auxiliar de necropsia, essa fase está com previsão de término no final deste mês. Para o concurso de investigador, a análise da conduta social dos candidatos deve seguir até o final de agosto. 
 
Depois que sair o resultado da investigação social, os candidatos terão um prazo para entrar com recurso, caso seja necessário. Depois desse período, ocorrerá a classificação dos aprovados. 
 
Médicos legistas e delegados
 
Os candidatos a médicos legistas já foram classificados, no dia 22, e têm até o dia 30 de julho para entrar com possível recurso. Após esse período, os recursos serão analisados e a classificação final será publicada.
 
Já os futuros delegados passaram recentemente pela prova de aptidão física e também estão com recurso aberto para esta fase até o dia 30. Após análise dos recursos e publicação dos aprovados, os candidatos deverão entregar documentos até o dia 21 de agosto.
 
Na academia
 
Além dos concursos em andamento, 298 futuros policiais civis e científicos estão em formação na Acadepol, entre escrivães e agentes policiais, que foram empossados em junho, e auxiliares de papiloscopistas, investigador e médico legista.
 
* IMPORTANTE: Os prazos previstos podem sofrer alterações.
*IMPORTANTE: os prazos previstos podem sofrer alterações.
 
* IMPORTANTE: Os prazos previstos podem sofrer alterações.
*IMPORTANTE: os prazos previstos podem sofrer alterações.
 
 
Polícia Militar
 
Além de reforço no efetivo das polícias Civil e Técnico-Científica, também estão em andamento concursos para a Polícia Militar. Serão preenchidas 4 mil vagas de soldados e 240 de alunos oficiais da Academia de Polícia Militar do Barro Branco (APMBB) para todo o Estado.
 
O governador autorizou, ainda, mais 1.741 cargos para soldados de 2ª classe, que serão abertos em breve. Além disso, 6.378 futuros PMs já estão em formação nas academias da Polícia Militar.
 
Leia mais:
 

Outras Notícias