Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 02/09/2019 17h21 - Atualizado em 02/09/2019 18h32
A Fundação Vunesp, banca organizadora do concurso SME SP (Secretaria Municipal de Educação de São Paulo) para preenchimento de 1.109 vagas de auxiliar técnico de educação, acaba de publicar um comunicado informando que as provas aplicadas no último domingo, 1º de setembro, foram canceladas. Confira, abaixo, o comunicado na íntegra:

COMUNICADO DE CANCELAMENTO DAS PROVAS OBJETIVA E DISSERTATIVA APLICADAS PARA AUXILIAR TÉCNICO DE EDUCAÇÃO


“A Fundação Vunesp comunica o cancelamento das provas objetiva e dissertativa aplicadas em 1º de setembro de 2019 para auxiliar técnico de educação da Prefeitura Municipal de São Paulo, em função de queda de energia elétrica em dois prédios, o que impediu a continuidade da realização. A nova data para a aplicação será informada em breve.

A Vunesp reforça que segue mantida a convocação para a prova de títulos, marcada para 8 de setembro de 2019, bem como a aplicação das provas para o outro concurso, com vagas para coordenador pedagógico, realizadas em 1º de setembro.”


Concurso SME SP 2019


Com 1.109 vagas em disputa, mais de 118 mil candidatos realizaram as provas do concurso SME SP para auxiliar técnico de educação no último domingo (1).
 
Para concorrer ao cargo é necessário ensino médio completo ou curso técnico. A remuneração inicial para a carreira é de R$ 1.541,14.

Os candidatos tiveram que realizar um teste de conhecimento, composto por provas objetiva e outra dissertativa. A prova objetiva teve 60 questões de múltipla escolha versando sobre Língua Portuguesa (15); Matemática (15); Noções de Informática (10); e Publicações Institucionais e Legislação (20). Já o exame dissertativo foi composto por um estudo de caso.

Atribuições do cargo


O auxiliar técnico de educação do concurso SME SP pode atuar em duas áreas. A primeira delas é na inspeção escolar, na qual o auxiliar deve dar atendimento e acompanhamento aos alunos nos horários de entrada, saída, recreio e em outros períodos em que não houver a assistência do professor; comunicar à direção da escola eventuais enfermidades ou acidentes ocorridos com os alunos, bem como outras ocorrências graves; participar de programas e projetos definidos no projeto político-pedagógico da unidade educacional que visem à prevenção de acidentes e de uso indevido de substâncias nocivas à saúde dos alunos; entre outras atividades.

A segunda área estabelece atuação na área de serviços de secretaria, que conta com as seguintes atividades: receber, classificar, arquivar, instruir e encaminhar documentos ou expedientes de funcionários e de alunos da escola, garantindo sua atualização; controlar e registrar dados relativos à vida funcional dos servidores da escola e à vida escolar dos alunos; digitar documentos, expedientes e processos, inclusive os de natureza didático-pedagógica; entre outras atividades.
blog

Outras Notícias