Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 06/05/2021 13h01 - Atualizado em 06/05/2021 14h08
Foto: Divulgação

Tramita, na Câmara dos Vereadores de São Paulo, o projeto de lei 140/2021, que prevê a abertura de novos concursos SME SP (Secretaria Municipal de Educação de São Paulo) para diversos cargos.

O texto visa retomar a gestão administrativa e pedagógica de equipamentos públicos repassados à gestão indireta por associações e organizações sociais conveniadas (OSCIPs). O objetivo é que os Centros de Educação Infantil (CEIs) voltem a ser geridos pela administração pública municipal.

O processo de retomada deve considerar um período de transição, iniciando pelo ano letivo de 2021. E para que isso aconteça, o PL propõe a abertura imediata de concurso SME SP para provimento dos cargos referentes ao quadro de servidores destinado à Educação Infantil de zero a três anos. O oferta será para preenchimento efetivo de servidores nas respectivas unidades, incluindo professores, coordenadores, pedagogos, educadores infantis e psicólogos, bem como as demais carreiras do quadro de profissionais da educação do município.

O concurso deve considerar também a contratação de profissionais destinados à Política Paulistana de Educação Especial, responsável por incluir nas unidades educacionais bebês, crianças, adolescentes, jovens e adultos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento (TGD) e altas habilidades ou superdotação.

A realização de novo concurso não descarta a chamada dos aprovados nas seleções anteriores para o preenchimento das vagas existentes e as que serão abertas com a ampliação da rede direta prevista no Projeto de Lei.

De autoria dos vereadores Elaine do Quilombo Periférico, Celso Giannazi, Erika Hilton, Luana Alvez, Silvia da Bancada Feminista e Toninho Vespoli, todos do PSOL, o PL tramita, desde o dia 6 de abril, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Caso aprovado, o texto ainda deverá ser apreciado pelas comissões de Administração Pública; Educação, Cultura e Esportes; Saúde, Promoção Social e Trabalho; e Finanças e Orçamento, antes de ser votado no plenário da casa.

Saiba como foram os últimos concursos SME SP

Publicado em maio de 2019, o edital de abertura do concurso SME SP contou com uma oferta de 1.109 vagas para o cargo de auxiliar técnico de educação, que exige ensino médio completo ou curso técnico e garante remuneração inicial de R$ 1.541,14.

Após serem canceladas devido a problemas técnicos em dois locais de aplicação dos testes, as provas foram realizadas no dia 20 de outubro de 2019. Na oportunidade, os candidatos responderam um teste de conhecimento, composto por provas objetiva e dissertativa. A prova objetiva contou com 60 questões de múltipla escolha versando sobre Língua Portuguesa (15); Matemática (15); Noções de Informática (10); e Publicações Institucionais e Legislação (20). Já o exame dissertativo foi composto por um estudo de caso. Após essa etapa, os candidatos foram avaliados por meio de uma prova de títulos, de caráter apenas classificatório.

Ainda em 2019, a pasta publicou um edital para contratação de 628 coordenadores pedagógicos. O cargo exige nível superior em Pedagogia plena, pós-graduação em Educação e experiência mínima de três anos no magistério. As etapas de avaliação foram por meio de prova objetiva, dissertativa e de títulos.
 
A remuneração mensal do cargo é de R$ 5.187,01, para uma jornada de 40 horas de trabalho semanais, sendo 8 horas diárias de trabalho.
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias