Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 11/12/2019 10h57 - Atualizado em 11/12/2019 12h04

Novidades para aqueles que aguardam pelo edital de abertura do concurso Senado Federal. Em depoimento recente, o presidente da comissão organizadora da seleção, definida no último dia 7 de outubro, afirmou que as provas do novo concurso devem ser aplicadas em todas as capitais brasileiras.

O principal argumento a favor dessa decisão é o grande número de pessoas que devem se inscrever na seleção, ficando inviável a realização das provas somente em Brasília.
 
Outra boa notícia é que, ainda de acordo com a comissão responsável pelo concurso, o edital deve ser publicado já no primeiro semestre de 2020. O foco do grupo, no momento, é elaboração do projeto básico da seleção.

Esse documento funciona como um espelho para o edital e apresenta os principais dados referentes ao concurso, como vagas, cargos, salários, escolaridades e estrutura de provas. É a partir desse projeto que as banca organizadoras enviam suas propostas para ficarem à frente da seleção.

Concurso Senado Federal oferece 40 vagas e ganhos iniciais de até R$ 32 mil

 
O concurso Senado Federal será para preenchimento de 40 vagas imediatas e formação de cadastro reserva de pessoal, com oportunidades para cargos nos níveis médio e superior de escolaridade.

Candidatos com o ensino médio poderão concorrer a 24 vagas para técnico legislativo nível II. O cargo garante ganhos iniciais de R$ 18.581,18, valor composto pelo salário de R$ 4.257,57, gratificação de atividade legislativa de R$ 9.366,62, gratificação de representação de R$ 2.412,45 e gratificação de desempenho de R$ 2.554,54.

Quem possui o nível superior, pode tentar uma das 12 vagas para analista legislativo, distribuídas entre as seguintes áreas: 2 para administração, 1 para arquivologia, 1 para assistente social, 1 para contabilidade, 1 para enfermagem, 1 para informática legislativa, 2 para processo legislativo, 1 para registro e redação parlamentar, 1 para engenharia do trabalho e 1 para engenharia eletrônica e telecomunicações. Os vencimentos iniciais são os mesmos para todas as carreiras: R$ 24.782,47, incluindo salário de R$ 6.550,09, gratificação de atividade legislativa de R$ 10.339,10, gratificação de representação de R$ 3.963,33 e gratificação de desempenho de R$ 3.930,05.

Há, ainda, 4 vagas para advogados. Neste caso, a remuneração inicial é de R$ 32.020,77, incluindo salário de R$ 7.627,60, gratificação de atividade legislativa de R$ 14.302,42, gratificação de representação de R$ 5.514,19 e gratificação de desempenho de R$ 4.576,56.

Aqueles que forem aprovados no concurso Senado Federal terão direito ainda a outros benefícios, como auxílio-alimentação de R$ 924,16, auxílio-transporte e assistência saúde.

Saiba como foi o último concurso Senado Federal


O último concurso Senado Federal foi realizado em 2011. Com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) como banca organizadora, a seleção ofertou 246 vagas, sendo 133 para o cargo de analista legislativo em diversas áreas, 9 para consultor legislativo em diversas áreas, 79 para técnico legislativo em diversas áreas e 25 para técnico legislativo na área de polícia legislativa.

A primeira etapa da seleção, composta por provas objetiva e discursiva, foram aplicadas em todas as capitais do país. Os exames objetivos contaram com 70 ou 80 questões de múltipla escolha, de acordo com o cargo. Já as provas discursivas foram compostas por uma redação e uma pergunta de tema específico.

LEIA TAMBÉM:

blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias