Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 11/04/2016 18h01 - Atualizado em 06/07/2016 11h15
O concurso público da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (SEE/SP) que pretende ofertar 1.848 vagas de diretor de escola está prestes a ser lançado. Como a escolha da comissão já foi feita, a definição da banca organizadora deve ser concluída nas próximas semanas e a expectativa é de que o edital seja publicado entre agosto e setembro.
 
No caso do concurso para o cargo de supervisor de ensino, ainda é necessário a autorização do governador Geraldo Alckmin para a abertura do processo seletivo. O novo pedido conta com 270 vagas. Se autorizado, o processo seletivo deve ser realizado seguindo o mesmo cronograma da seleção de diretor de escola.
 

Comissão organizadora

 
20/05/2016 | A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (SEE/SP) oficializou, nesta quarta-feira (18), a formação da comissão organizadora dos concursos de diretor de escola e supervisor de ensino. O comitê será composto por servidores da Coordenadoria de Gestão da Educação Básica (CGEB), Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos (CGRH) e da Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Professores do Estado de São Paulo "Paulo Renato Costa Souza".
 
Segundo Maria Stella Perin, os editais estão quase prontos e podem ser liberados já no segundo semestre. A expectativa é de que as provas objetivas dos concursos para as duas carreiras sejam realizadas este ano e que os aprovados iniciem suas atividades no começo do período letivo de 2017.
 
O decreto 62.216, do governador Geraldo Alckmin, regulamentou o estágio probatório, uma das etapas do processo seletivo para diretor, como foi instituído pela Lei Complementar 1.256/2015. No restante, todas as regras dos dois concursos terão como base a Resolução SE 52/2013, que definiu o perfil e as habilidades para os profissionais da Educação estadual.
 
Após a publicação da regulamentação, haverá a definição da banca organizadora que, provavelmente, será a mesma para os dois concursos.
 

Concurso SEE/SP: Diretor de Escola 

 
11/04/2016 | O governador Geraldo Alckmin autorizou, na última sexta-feira (29/04), a realização do concurso para o preenchimento de 1.878 vagas de diretor de escola da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (SEE/SP). O número é maior que a oferta inicial de 1.450 oportunidades anunciada pelo governador em 2013.
 
A carreira de diretor oferece uma remuneração inicial de R$3.834, incluindo o salário de R$2.840 e a Gratificação de Gestão Educacional de R$994, para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. Para quem atua em escolas de tempo integral, a remuneração sobe para R$5.964, com a inclusão da gratificação do regime de dedicação plena e integral.
 
Para concorrer a uma das vagas, a exigência é de licenciatura plena em Pedagogia ou pós-graduação na área de educação, além de oito anos de experiência no magistério.
 

Reformulação

 
Com a sanção da lei complementar 1.256 em janeiro de 2015, o concurso para o cargo de diretor de escola passou por uma reformulação. Além da prova escrita, processo de seleção também será composto por um curso de formação nas áreas liderança e gestão, avaliação periódica de desempenho individual, apresentação de planejamento específico para a escola em que vão atuar e estágio probatório de 3 anos.
 

Concurso SEE/SP: Supervisor de Ensino 

 
No final de janeiro deste ano, o desembargador e professor José Renato Nalini assumiu o cargo de secretário estadual de educação, crescendo a expectativa pela a realização de novos concursos para a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo.
 
De acordo com a Coordenadoria de Recursos Humanos do órgão, os concursos para os cargos de diretor de escola e supervisor de ensino são tratados como prioridade pela equipe do novo secretário. 
 
Segundo previsão do governo de São Paulo em 2013, a expectativa é que fossem preenchidas 1.596 vagas, sendo 146 para supervisor e 1.450 para diretor. No entanto, devido ao aumento da carência no período, a oferta deve ser revista.
 
Assim como diretor de escola, o cargo de supervisor de ensino exige licenciatura plena em Pedagogia ou Pós-Graduação na área de educação, além oito anos de experiência no magistério. No caso de supervisor de ensino é necessário que, desse período, pelo menos três anos sejam em algum cargo de gestão educacional. A remuneração inicial para o cargo é de R$4.878. O valor inclui salário, gratificação de representação e gratificação de gestão educacional.
 
 
 
 
blog

Outras Notícias