Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 06/05/2021 17h35 - Atualizado em 06/05/2021 18h40
Concurso PRF 2021: edital publicado com 1.500 vagas para policial rodoviário federal

Novo capítulo na novela envolvendo o concurso PRF 2021. Nesta quinta-feira, 6, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) acatou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a aplicação das provas objetiva e discursiva para preenchimento de 1.500 vagas de policial rodoviário federal para este domingo, 9 de maio. A decisão ainda é passível de recurso.

As provas tinham sido suspensas por conta de uma liminar emitida pela juíza Liviane Kelly Soares Vasconcelos, da 20ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Distrito Federal. Em sua decisão, a juíza dizia que a situação sanitária do país não melhorou desde de que houve o adiamento das provas, inicialmente marcadas para 12 de março. Logo, não haveria sentido aplicá-las no próximo domingo, 9.

O recurso da AGU que foi acatado cita como exemplo as provas do Enem e do IBGE, que foram aplicadas mesmo no cenário de pandemia, para demonstrar que é possível realizar um concurso de dimensão nacional na atual situação sanitária, como é o do concurso PRF. 

Em recente ofício, o Cebraspe, organizador do concurso, havia apontado diversos prejuízos cabíveis caso os exames não acontecessem, como aumento do déficit de servidores e prejuízo financeiro para os candidatos inscritos. O próprio Cebraspe já havia disponibilizado em seu perfil o link de acesso aos locais de prova aos candidatos (CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR)

Ainda não se sabe se a Ação Civil Pública, que pediu a suspensão das provas entrará com um novo recurso. O advogado, José da Silva Moura Neto, havia declarado esta semana que se decisão for revertida a favor da realização das provas, acionaria o MPF (que recebeu várias denúncias) para levar o caso ao Supremo Tribunal Federal. Porém, após a AGU ter o recurso aceito, ele declara que as chances de conseguir uma nova suspensão são mínimas. 

Concurso PRF 2021: saiba como serão as provas

Caso não haja nenhuma reviravolta, os 304.330 candidatos inscritos no concurso PRF 2021 irão realizar provas objetiva e discursiva no próximo domingo, 9 de maio.

A parte objetiva contará com 120 questões, distribuídas por três blocos, em que o candidato deverá assinalar com ‘Certo’ ou ‘Errado’. De acordo com a correção do Cebraspe, uma questão errada anulará uma certa.

O primeiro bloco contará com 55 questões, versando sobre língua portuguesa, raciocínio lógico e matemático, informática, física, cidadania, geopolítica e língua estrangeira, com opções em inglês ou espanhol.

O segundo bloco contará com 30 questões de legislação de trânsito e, por fim, o terceiro bloco terá 35 questões sobre direito, incluindo temas de direito administrativo, direito constitucional, direito penal, direito processual penal, legislação especial e recursos humanos.

Serão aprovados nos exames objetivos os candidatos que alcançarem, pelo menos, 15 pontos no Bloco I, dez no Bloco II e dez no Bloco III, além de 50 pontos no conjunto dos três blocos da avaliação.

Outra etapa da seleção será o Teste de Aptidão Física (TAF), composto pelos seguintes exames:

• teste de flexão em barra fixa;
• teste de shuttle run (ir e vir);
• teste de impulsão horizontal;
• teste de flexão abdominal; e
• teste de corrida de 12 minutos

O concurso PRF contará ainda com outras etapas: Avaliação de saúde; Avaliação psicológica; Avaliação de títulos; Investigação social; e Curso de formação.

Ficha Técnica Concurso PRF (Polícia Rodoviária Federal) 2021 

Órgão: PRF - Polícia Rodoviária Federal 
Vagas: 1.500 
Status: Edital publicado e provas remarcadas para 9 de maio de 2021
Banca Organizadora: Cebraspe 
Cargo: Policial Rodoviário Federal 
Áreas de Atuação: Segurança Pública 
Escolaridade: Ensino Superior 
Faixa de salário: R$ 10.357,88 
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias