• Por: Yuri Salso - Publicado em 08/04/2016 11h25 - Atualizado em 03/03/2017 16h00

O concurso público para o cargo de agente vistor da Secretaria Municipal de Coordenação das Subprefeituras de São Paulo continua sendo aguardado. Um pedido para 200 vagas tramita na Secretaria de Governo do estado de São Paulo e a expectativa é de que o certame seja autorizado ainda este ano pelo prefeito João Doria.

Devido ao grande deficit de funcionários, o Ministério Público do Estado de São Paulo (MP/SP) encaminhou uma solicitação à Prefeitura de São Paulo, questionando a grande carência de servidores, o que reforça ainda mais a necessidade da autorização do novo concurso.

De acordo com Claret Fortunato, presidente do Sindicato dos Agentes Vistores e Agentes de Apoio Fiscal do Município de São Paulo (Savim), embora o total pedido seja importante, não será suficiente para suprir a necessidade de pessoal, já que 700 vagas ficarão abertas devido a reorganização do cargo.

Claret Fortunato informou que uma reunião para tratar do assunto deve ser agendada com representantes da prefeitura no decorrer dos próximos dias.
 

Agente Vistor

 
Para concorrer ao cargo de agente vistor é necessário nível superior em qualquer área. Os vencimentos inicias são de R$5.397, composto pelo salário e a gratificação de produtividade.
 

Reestruturação da carreira

 
O ex-prefeito Fernando Haddad regulamentou o plano de carreiras da categoria publicando o decreto 57.236 e também aprovou a lei nº. 16417, que reorganiza a função de agente de vistor, um dos últimos impedimentos para realização de novos concursos na área.
 
Responsáveis pelas fiscalizações externas que garantem o cumprimento das leis municipais, os agentes vistores trabalham em parceria com a Secretaria de Coordenação das Subprefeituras, inspecionando as leis de zoneamento, de obras, feiras livres, poda de árvores e a Lei da Cidade Limpa.
 

Último concurso agente vistor

 
O último concurso agente vistor foi realizado em 2002. A banca organizadora foi a Fundação Carlos Chagas e o processo seletivo contou com análise de títulos e provas de língua portuguesa (30), atualidades (15), matemática (15) e de conhecimentos específicos (60), com questões sobre leis municipais.

Outras Notícias