• Por: Yuri Salso - Publicado em 11/02/2019 17h43 - Atualizado em 12/02/2019 11h15
A expectativa é grande pela realização do concurso da Prefeitura de Osasco, que visa preencher 1.200 vagas na área da educação. O esperado é que o edital seja publicado nos próximos dias, assim que os últimos detalhes do documento forem revisados com a Fundação Vunesp, banca organizadora da seleção.
 
O intuito do concurso é substituir profissionais que foram contratados em caráter temporário, para suprir déficit na rede. Serão contemplados os cargos de professor de desenvolvimento infantil I (PDI) e professor adjunto (PEB I).
 
Para concorrer a uma das 700 vagas de PEB I, é necessário possuir formação de docência para o magistério de nível médio na modalidade normal ou normal superior com curso específico com graduação plena de quatro a seis anos, no ensino fundamental e educação de jovens e adultos. Os ganhos iniciais são de R$1.665,11, para jornada de 31 horas semanais.
 
Já as 500 vagas para PEB I são destinadas aos profissionais com habilitação para o magistério em curso de ensino médio, na modalidade normal. A remuneração inicial é de R$1.347,10 em caso de 21 horas semanais e R$1.731,97 para 27 horas.  
 

Concurso Prefeitura de Osasco SP

 
Em novembro, o concurso foi confirmado pelo prefeito de Osasco, Rogério Lins, durante evento em homenagem a professores e gestores das escolas da rede municipal pela nota recorde obtida no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). 
 
Lins também adiantou que a prefeitura prepara, para 2019, um segundo concurso na Educação, desta vez para diretor de escola. “É um compromisso do meu governo e estamos realizando estudos com o sindicato para definir o formato”, explicou ele, sobre a seleção de diretores.

Outras Notícias