Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 17/05/2021 17h04 - Atualizado em 17/05/2021 18h39
Concurso PC SP pode contar com possível reestruturação do cargo de agente de telecomunicações (Foto: Divulgação)

O projeto de lei complementar 12/2021, que visa reestruturar a carreira de agente de telecomunicações da Polícia Civil do Estado de São Paulo (PC SP), segue avançando na Assembleia Legislativa (Alesp).

De autoria do deputado Delegado Olim (PP), a proposta foi apresentada no dia 6 de maio. Na última sexta-feira, 14, o PL foi distribuído para as comissões de Constituição, Justiça e Redação; Administração Pública e Relações do Trabalho; e Finanças, Orçamento e Planejamento. Somente em caso de aval pelos colegiados, a proposta poderá ser votada em Plenário.

O projeto de lei propõe que a carreira de agente de telecomunicações da PC SP passe a ser chamada de agente de inteligência policial. Serão mantidas as atuais atribuições, porém também serão desempenhadas atividades da área de inteligência policial.

Por mais que a carreira não esteja contemplada no próximo concurso PC SP, a mudança, caso realmente aconteça, deve repercutir em próximos editais da corporação.

Concurso PC SP: 2.939 vagas de nível superior ainda este ano

A Polícia Civil do Estado de São Paulo deverá divulgar os editais do concurso PC SP, para 2.939 vagas de investigador, escrivão, delegado e médico legista, ainda este ano. A corporação planeja, inclusive, aplicar as provas objetivas e discursiva até dezembro. A informação é do diretor da Academia de Polícia (Acadepol), delegado Júlio Gustavo Vieira Guebert. 

Em entrevista à Central de Concursos, o delegado Júlio Guebert informou que os editais estão prontos, faltando apenas a definição da organizadora para serem liberados. Segundo ele, a Polícia Civil-SP está em negociações avançadas com o governo do estado para que o concurso PC SP seja uma exceção frente ao Decreto nº 64.937, que suspende as contratações e a realização de concursos até o final do ano.

O concurso Polícia Civil SP foi autorizado em 2019 pelo governador João Dória, mas a abertura só não aconteceu ainda em virtude da pandemia do novo coronavírus. 

As carreiras de investigador e escrivão exigem nível superior em qualquer área. O cargo de médico legista requer graduação em Medicina, já o de delegado, formação em Direito e dois anos de experiência na área forense. Para as três primeiras funções, há ainda a necessidade de carteira de nacional de habilitação (CNH) a partir da categoria B.

Para as carreiras de investigador e escrivão, o inicial é de R$ 4.435,62, incluindo o salário básico de R$ 3.743,98 e o adicional de insalubridade de R$ 691,64. No caso de médico legista, o inicial é de R$ 8.977,30, considerando o salário de R$ 8.285,66 e o adicional. Por fim, para a carreira de delegado de polícia, o inicial é de R$ 10.579,71, considerando o inicial de R$ 9.888,07 e os R$ 691,64 do adicional.

As contratações na Polícia Civil SP ocorrem pelo regime estatutário, que assegura estabilidade no emprego.

Ficha Técnica Concurso Polícia Civil SP 2021 

Órgão: Polícia Civil do Estado de São Paulo (PC-SP)
Status: Concurso autorizado
Vagas: 2.939 
Cargos: Escrivão, Investigador, Delegado e Médico Legista
Escolaridade: Nível superior 
Remuneração: R$ 4.435,62 até R$ 10.579,71
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias