Central de Concursos
  • Publicado em 18/02/2016 11h25
Cresce a expectativa para que o governador Geraldo Alckmin autorize as 6.751 oportunidades solicitadas em 2014 para a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo. Mesmo com o momento de contenção de gastos pelo qual o Governo do Estado passa, a tendência é de que o concurso seja visto como prioridade, uma vez que o órgão já não possui mais como repor seus quadros pessoais, o que pode comprometer o atendimento à população. Vale lembrar que a validade da última autorização governamental para preenchimento de vagas na Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo foi em 15 de maio de 2015.
 
As 6.751 vagas estão distribuídas da seguinte forma: 711 para cargos com exigência de ensino fundamental, 2.925 para ensino médio ou formação técnica e 3.115 para nível superior. 
 
Vagas de nível fundamental
13 vagas para auxiliar de apoio à pesquisa científica e tecnológica (R$1.785,16), 73 para auxiliar de laboratório (R$1.242), 611 para auxiliar de saúde (R$1.274) e 14 para oficial de apoio à pesquisa científica e tecnológica (R$1.926,02).
 
Vagas de nível médio ou formação técnica
16 vagas para agente de apoio à pesquisa científica e tecnológica (R$1.785,16), 265 para agente técnico de saúde (R$1.591,74), 56 para motorista de ambulância (R$1.405), 374 para oficial administrativo (R$1.659,90), 535 para oficial de saúde (R$1.405), 127 para oficial operacional (R$1.432), 34 para técnico de apoio à pesquisa científica e tecnológica (R$2.779,80), 1.372 para técnico de enfermagem (R$1.651,74), 78 para técnico de laboratório (R$1.340,24), 40 para técnico de radiologia (R$1.340,24) e 28 para agente de saúde (R$1.405).
 
Curso Básico  (Área da Saúde)
 
A Central de Concursos, o preparatório que mais aprova no Brasil, agora também está na área da saúde (SAIBA MAIS).
 
 
blog

Outras Notícias