Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 09/03/2021 09h02 - Atualizado em 17/03/2021 15h18
Concurso Ministério da Economia publica edital com 590 vagas (Foto: Divulgação)

Foram prorrogadas até 8 de abril as inscrições no concurso Ministério da Economia para preenchimento de 590 vagas, sendo 100 imediatas e 490 para cadastro reserva (CR). Todas as vagas são temporárias e para trabalhar em Brasília (DF).

Outra mudança no andamento da seleção se refere à aplicação da prova objetiva. Antes prevista para 4 de abril, a avaliação foi transferida para 6 de junho. O novo cronograma do concurso foi publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira, (17).

A pasta disponibiliza oportunidades de nível médio/técnico para profissionais com formação em administração, contabilidade ou informática (8 postos + 52 CR — salário de R$ 1.700).

Graduados em administração, economia, contabilidade ou direito podem disputar as funções para desempenho de atividades técnicas de complexidade intelectual (4 + 36 CR — R$ 6.130).

Já as opções para carreiras de atividades técnicas de suporte I (48 + 202 CR — R$ 3.800) e atividades técnicas de suporte II (40 + 200 CR — R$ 3.800) admitem candidatos com curso superior em qualquer área.


Saiba como participar do concurso Ministério da Economia

Com a prorrogação do prazo, agora os interessados tem até o dia 8 de abril para garantir a participação no concurso Ministério da Economia 2021.

As inscrições devem ser efetuadas pelo site do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib), banca organizadora responsável pela seleção. As taxas de participação variam de acordo com o cargo: R$ 36 para nível médio e R$ 38 para nível superior.

Em caso de dúvidas, os candidatos podem obter mais informações com a banca por meio do telefone (61) 3711-1811 ou 0800-885-0000.

Concurso Ministério da Economia: saiba o que vai cair na prova

As provas do concurso Ministério da Economia também sofreram alteração de datas. Antes prevista para 4 de abril, com aplicação em Brasília (DF), a avaliação objetiva, que cobrará a resolução de 60 questões de múltipla escolha em, no máximo, quatro horas, mudou para o dia 6 de junho. O conteúdo programático abrange:

• língua portuguesa;
• ética na administração pública e legislação;
• informática;
• conhecimentos específicos.

Ainda de acordo com o novo cronograma, o período para envio dos documentos relativos à análise de títulos vai de 6 a  9 de julho. Os candidatos poderão apresentar comprovantes de experiência profissional e cursos de especialização, mestrado e doutorado.

Resumo do Concurso Ministério da Economia 2021 - Temporários

Órgão: Ministério da Economia
Vagas: 590
Status: EDITAL PUBLICADO e inscrições reabertas até 08/04
Taxa de inscrição: De R$ 36,00 Até R$ 38,00
Cargos: Atividades técnicas
Áreas de Atuação: Administrativa
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 1.700,00 Até R$ 6.130,00
Estados com Vagas: DF
Cidades: Brasília - DF
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias