Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 27/08/2021 12h02 - Atualizado em 27/08/2021 13h08
Foto: Divulgação

Foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 27 de setembro, a autorização para a abertura de um novo concurso Ministério da Economia. A seleção será para o preenchimento de 300 vagas temporárias, distribuídas entre carreiras de níveis médio/técnico e superior.

Do total de oportunidades, 115 vagas são para o cargo de técnico em atividades previdenciárias e de apoio, que exige ensino médio e garante remuneração inicial de R$ 1.700.

Já candidatos com ensino superior podem concorrer às carreiras de técnico de demandas previdenciárias, judiciais e de controle (145 vagas) e analista de negócio (40), com remunerações de R$ 3.800 e R$ 6.130, respectivamente.

O objetivo dessa seleção é contratar servidores para atuar na execução de atividades relacionadas à centralização dos serviços de inativos e pensionistas dos órgãos da Administração Pública Federal direta, da administração das autarquias e fundações, e nos processos de compensação previdenciária entre regimes de previdência e atividades de natureza administrativa, no âmbito do Departamento de Centralização de Inativos, Pensionistas e Órgãos Extintos (DECIPEX) do Ministério da Economia.

Pela portaria autorizativa, o prazo para a publicação do edital para o processo seletivo simplificado será de até seis meses. Desta forma, o documento deve sair até fevereiro de 2022.

Saiba como foi o último concurso Ministério da Economia

Para quem se interessou nessa nova seleção de temporários, vale a pena buscar os editais anteriores abertos pela pasta voltados justamente para contratação de temporários. O último concurso Ministério da Economia, por exemplo, ocorreu entre 2020 e 2021, o que é muito bom para os concurseiros, já que o conteúdo ainda está fresco e atualizado.

O último certame para temporários teve a organização do Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib), e avaliou os concorrentes por meio de provas objetivas compostas por 30 questões nas disciplinas de Língua Portuguesa (15 questões), Ética na Administração Pública e Legislação (cinco) e Informática Básica (dez).

Esse concurso para temporários ainda está em andamento. Ao todo, foram abertas 590 vagas, sendo 100 delas para contratação imediata e 490 para cadastro de reserva, distribuídas entre os cargos de coordenador de análise de prestação de contas, analista de prestação de contas, agente de apoio de prestação de contas, analista de instauração de tomada de contas especial.  

As remunerações para essas funções iam desde R$1.700 a R$6.130, dependendo da função. E o contrato de trabalho tem duração mínima de um ano, podendo ser prorrogado por até cinco anos.  

Confira o edital do último concurso Ministério da Economia.

Ficha Técnica Concurso Ministério da Economia 2021 - Temporários

Órgão: Ministério da Economia
Vagas: 300
Satatus: Concurso autorizado
Cargos: Técnicos e Analista
Áreas de Atuação: Administrativa
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 1.700,00 até R$ 6.130,00
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias