Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 23/12/2015 09h32
Fachada agência INSS
 
A espera acabou! Acaba de ser divulgado o edital para o concurso do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). No total, serão ofertadas 950 vagas, sendo 800 para Técnico do Seguro Social (nível médio) e 150 para Analista do Seguro Social (nível superior, com graduação em Serviço Social). A remuneração inicial é de R$5.344,87 para técnico e R$7.954,09 para analista.
 
As inscrições para o concurso do INSS começam no dia 04 de janeiro de 2016 e devem ser realizadas pela internet, no site da banca organizadora do processo seletivo, o Cebraspe (antigo Cespe/UnB), até o dia 22 de fevereiro. As taxas de inscrições possuem valores diferentes: R$65 para técnico e R$80 para analista. Os pedidos de isenção de pagamento das taxas poderão ser feitos durante todo o período de inscrição, também pelo site do organizador.   
 
De acordo com o edital do INSS, o processo seletivo será composto por uma prova objetiva de conhecimentos gerais e específicos, que será realizada na data provável de 15 de maio de 2016. As avaliações terão duração de 3h30min e ocorrerão no turno da manhã para analista e da tarde para técnico.
 
Para técnico, os exames serão compostos por 50 questões de conhecimentos básicos (ética no serviço público, regime jurídico único, noções de direito constitucional, noções de direito administrativo, língua portuguesa, raciocínio lógico e noções de informática) e 70 de conhecimentos específicos (seguridade social). Já os candidatos ao cargo de analista serão submetidos a 120 perguntas de língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de informática, direito constitucional, direito administrativo, legislação previdenciária, legislação da assistência social e conhecimentos específicos.
 
Distribuição das vagas
 
Técnico do INSS: São Paulo (113), Acre (5), Alagoas (14), Amapá (5), Amazonas (34), Bahia (76), Ceará (22), Distrito Federal (10), Espírito Santo (4), Goiás (40), Maranhão (33), Mato Grosso (26), Mato Grosso do Sul (12), Minas Gerais (82), Pará (84), Paraíba (4), Paraná (37), Pernambuco (35), Piauí (2), Rio de Janeiro (17), Rio Grande do Norte (20), Rio Grande do Sul (49), Rondônia (22), Roraima (3), Santa Catarina (32), Sergipe (7) e Tocantins (12).
 
Analista do INSS: São Paulo (18), Acre (6), Alagoas (2), Amapá (3), Amazonas (3), Bahia (22), Ceará (7), Goiás (4), Maranhão (4), Mato Grosso (6), Mato Grosso do Sul (7), Minas Gerais (15), Paraíba (4), Rio Grande do Sul (12), Pará (6), Paraná (3), Pernambuco (3), Piauí (1), Rio de Janeiro (4), Rondônia (5), Roraima (2), Santa Catarina (6), Sergipe (1) e Tocantins (5), além do Distrito Federal (1).
 
Além das 950 vagas iniciais, haverá formação de cadastro, o que permitirá um grande número de contratações extras. Observando as últimas seleções é possível perceber que vale a pena estar no cadastro de reserva do instituto. Em 2011, quando ocorreu o último concurso de técnico e perito, houve 5.020 convocações, de 6.881 aprovados, ou seja, 133% além da oferta prevista em edital. Desse total, cerca de 90% das contratações (em torno de 4.500) ocorreram para o cargo de técnico.
 
A hora de fugir da crise e garantir a tão sonhada estabilidade profissional é agora. De acordo com artigo 41 da Constituição Federal, os servidores nomeados para cargo de provimento efetivo em virtude de concurso público são estáveis após três anos de efetivo exercício.
 
Atribuições dos cargos
 
O INSS tem por finalidade promover o reconhecimento, pela Previdência Social, de direito ao recebimento de benefícios por ela administrados, assegurando agilidade, comodidade aos seus usuários e ampliação do controle social.
 
Analista do INSS
 
O analista do seguro social exerce suas atividades na área da economia e planejamento social (órgão pertencente ao Ministério da Previdência).
 
Técnico do INSS
 
O técnico previdenciário é o profissional responsável, via de regra, pelo atendimento ao público por desenvolver a função de orientar e prestar informações aos usuários e segurados da Previdência Social. A responsabilidade da atividade inclui serviços e assuntos importantes para o cidadão, como a aposentadoria, o salário maternidade, auxílio-doença, entre outros. O técnico do seguro social também pode auxiliar no suporte e apoio técnico especializado para as atividades afins da competência do INSS.
 
Clique no link abaixo e confira o edital completo:

 

blog

Outras Notícias