Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 25/09/2019 09h06 - Atualizado em 15/10/2019 12h16
O edital de abertura do concurso IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que já conta com inscrições abertas para preenchimento de 2.658 vagas, foi alterado duas vezes. Na quarta-feira, 25 de setembro, após o documento indicar a exigência de ensino médio para todas as oportunidades ofertadas, o órgão publicou um edital de retificação alterando a escolaridade de um dos cargos (coordenador) para nível superior. No entanto, o IBGE voltou atrás na última quinta-feira, dia 26. Sendo assim, os dois cargos oferecidos no concurso voltam a exigir somente o ensino médio.

Diferentemente das 3.210 oportunidades previstas na portaria autorizativa, a seleção preencherá 2.658 vagas, sendo 1.315 para o cargo de agente censitário operacional e 1.343 para coordenador censitário de subárea.

Tanto o cargo de agente quando o de coordenador exigem nível médio de escolaridade, sendo que para coordenador também é exigido Carteira Nacional de Habilitação na categoria B ou superior. As remunerações serão de R$ 2.158 para agente e R$ 3.558 para coordenador, valores compostos pela soma do salário e do auxílio-alimentação (R$ 458).

As oportunidades de coordenador são para vários municípios brasileiros, enquanto as de agente estão distribuídas por todas as capitais do país.

As vagas do concurso IBGE serão temporárias. O prazo de validade dos contratos será de 12 meses, com possibilidade de prorrogação, de acordo com as necessidades, em decorrência da necessidade de pessoal para realização do Censo Demográfico 2020.

Inscrições no concurso IBGE vão até 15 de outubro 


O prazo para inscrição no concurso IBGE encerra às 16h desta terça-feira, 15 de outubro. Para garantir a participação, o candidato deve preencher formulário disponível no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV).
 
As taxas de participação serão de R$ 42,50 para agente e R$ 58 para coordenador. Candidatos inscritos no Cadastro Único dos Programas Sociais (Cadúnico) do Governo Federal e doadores de medula óssea poderão realizar a solicitação da isenção, durante todo o prazo de inscrições.

Provas do concurso IBGE serão aplicadas em dezembro


Os candidatos inscritos no concurso IBGE realizarão uma prova objetiva com 60 questões de múltipla escolha, no dia 8 de dezembro de 2019, no turno da tarde (13h às 17h).

Para o cargo de agente censitário, as questões estarão distribuídas da seguinte forma: Língua Portuguesa (15); Raciocínio Lógico e Quantitativo (10), Ética no Serviço Público (5); Noções de Administração (15); e Informática (15).

Já para coordenador censitário, a distribuição será um pouco diferente: Língua Portuguesa (15); Raciocínio Lógico e Quantitativo (10), Ética no Serviço Público (5); e Noções de Administração e Situações Gerenciais (30).

As provas serão aplicadas nas capitais dos 26 estados, além do Distrito Federal (DF), e nos municípios com vagas previstas.

O resultado final do concurso IBGE está previsto para ser divulgado no dia 10 de janeiro de 2020. O prazo de validade do certame será de 1 ano, contado a partir da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período.

Distribuição das 234 mil vagas do concurso IBGE


Em maio deste ano, o IBGE foi autorizado a realizar concurso público para preenchimento de 234.416 vagas temporárias, todas elas destinadas à atuação no Censo Demográfico que será realizado em 2020. Ficou definido que essas oportunidades seriam desmembradas em diversos editais, sendo o de hoje o primeiro deles a ser publicado.

Confira no quadro abaixo a distribuição das 234 mil vagas por cargo, a escolaridade e os ganhos iniciais:

Concurso IBGE

Confira depoimento de aluno aprovado em concurso



blog

Outras Notícias