Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 02/05/2016 16h20 - Atualizado em 16/06/2016 08h55
Nesta quarta-feira (15/06), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) publicou mais um edital de concurso público, desta vez para o cargo de especialista. Agora, o órgão conta com um total de 31 vagas disponíveis para candidatos  de níveis médio e superior. Ainda restam mais 119 vagas, as quais serão distribuídas entre os cargos de técnico e pesquisador.
 
Confira abaixo os dois editais publicados até o momento.
 

Especialista 

 
O segundo edital publicado pela Fundação Oswaldo Cruz é para o cargo de especialista em ciência, tecnologia, produção e inovação em saúde pública. A oferta inicial é de 10 vagas e, para concorrer, é necessário nível superior completo, título de doutorado na área específica e experiência mínima de seis anos na função. A remuneração inicial é de R$16.867, incluindo gratificações e o auxílio-alimentação de R$458, para jornadas de trabalho de 40 horas semanais.
 
As oportunidades da carreira de especialista estão distribuídas nas seguintes áreas de atuação: biotecnologia e engenharia de processos (1); entomologia molecular (1); inovações em saúde global com ênfase em doenças em populações negligenciadas (1); interação patógeno-hospedeiro (1); medicina translacional com ênfase em imunologia (1); medicina translacional em doenças adquiridas (1); micro e nanossistemas biomédicos (1); pesquisa e desenvolvimento tecnológico e inovação de medicamentos (1); política, planejamento e gestão em saúde (1); e saúde e ambiente (1).
 
A lotação das ofertas será realizada nas cidades do Rio de Janeiro/RJ (5 vagas), Recife/PE (1), Salvador/BA (1), Curitiba/PR (1), Fortaleza/CE (1), Belo Horizonte/MG (1).
 

Inscrições

 
As inscrições serão aceitas pelo site da Fiotec, organizadora, de 4 de julho a 8 de agosto de 2016. A taxa é de R$250. Pedidos de isenção também serão aceitos pela internet até 7 de julho.
 

Prova

 
Na data prevista de 25 de setembro de 2016, os candidatos serão avaliados por meio de provas discursivas, avaliação de títulos e memorial/apresentação de projetos. 
 
 

Assistente Técnico de Gestão em Saúde 

 
14/06/2016 | O primeiro edital do concurso público da Fiocruz foi publicado nesta terça-feira (14/06). O documento oficializou a abertura de 21 vagas de assistente técnico de gestão em saúde nas carreiras de suporte à gestão em ciência e tecnologia, produção e inovação em saúde pública. O cargo exige nível médio completo e possui remuneração inicial de R$3.418.
 
As 21 oportunidades estão distribuídas da seguinte forma: Rio de Janeiro/RJ (14 vagas), Belo Horizonte/MG (1), Brasília/DF (1), Curitiba/PR (1), Manaus/AM (2), Recife/PE (1) e Salvador/BA (1).
 

Inscrições

 
A organizadora da seleção, a Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde (Fiotec), começará a receber as inscrições em seu site a partir do dia 4 julho até 8 de agosto de 2016. O valor da taxa será de R$70.
 

Prova

 
O processo seletivo será composto por uma única etapa de avaliação, marcada para 25 de setembro de 2016. A prova objetiva será composta por 60 questões de múltipla escolha, que versarão sobre as disciplinas de língua portuguesa (20), raciocínio lógico (10) e conhecimentos específicos (30).
 
 

Autorizado concurso Fiocruz 2016 

 
02/05/2016 | De acordo com a portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) na última sexta-feira (29/04), o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) autorizou a realização do concurso público da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que visa substituir 170 funcionários terceirizados. A data limite para a publicação do edital é 29 de outubro.
 
 

Número de vagas 

 
Serão 150 contratações feitas com base no regime estatutário, o qual garante a estabilidade empregatícias aos servidores. As oportunidades estão distribuídas entre os cargos de assistente técnico de gestão em saúde (21 vagas), técnico em saúde pública (61), pesquisador em saúde pública (58) e especialista em ciência, tecnologia, produção e inovação em saúde pública (10).
 
O concurso visa contemplar todas as unidades da Fiocruz no território nacional: Rio de Janeiro (sede), Belo Horizonte, Brasília, Campo Grande, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Porto Velho, Recife, Salvador e Teresina.
 

Escolaridade e remuneração

 
Os cargos de assistente técnico de gestão de saúde e técnico em saúde pública exigem nível médio e técnico, respectivamente. Já os cargos de pesquisador e especialista exigem nível superior, sendo que a função de especialista ainda exige o título de doutorado e experiência mínima de 6 anos na área de atuação. As remunerações iniciais variam entre R$3.418 e R$16.867
 

Último concurso Fiocruz

 
A última seleção da Fundação Oswaldo Cruz ocorreu em 2014. Organizada pela Fundação Dom Cintra, o processo contou com 400 vagas para pesquisador, técnico, analista, especialista, tecnologista e pesquisador.
 
O processo seletivo foi feito por meio de provas objetiva, discursiva e prática. Algumas funções exigiam análise de títulos e currículo. Para pesquisador especialista, os candidatos também tiveram que apresentar um projeto de atuação profissional e defesa de memorial.
 
blog

Outras Notícias